Perdi o XML de uma NF-e, o que devo fazer?

Logo XML

De acordo com a própria SEFAZ em caso de sinistro ou perda do XML da nota, o máximo que o emissor poderá fazer é comunicar o extravio da mesma, uma vez que o SEFAZ não disponibiliza o armazenamento das notas, isso fica sob responsabilidade do contribuinte, como funcionava anteriormente com os modelos 1 e 1A. Lembrando que caso o empresário deixe de comunicar a SEFAZ sobre a nota perdida, posteriormente ele deverá se justificar acerca da falta da nota, o que resultará em multa correspondente.

O software emissor da SEFAZ disponibiliza a opção de backups, todavia, isso deve ser feito periodicamente e manualmente pelo usuário.

Evite problemas, conheça o NotaNet

Ao contrário do software da SEFAZ que deve obedecer a requisitos mínimos e deve ser instalado localmente na empresa, a plataforma do NotaNet funciona de forma online, podendo ser acessada de qualquer lugar com seu usuário e senha exclusivos disponibilizados pelo NotaNet. O NotaNet armazena em ambiente totalmente seguro todas as suas notas recebidas e enviadas, num período de 5 anos como exigido por lei fiscal, evitando assim, qualquer dor de cabeça iminente.

Soluções completas

Além dos backups totalmente eficazes, você contará com o gerenciamento, monitoramento, validação e um suporte técnico disponível por e-mail. Conheça nossos planos e caso apenas emita e receba até 10 notas mensais, o NotaNet disponibiliza um plano totalmente gratuito, com todos os benefícios do NotaNet para a sua empresa. Se possuir alguma dúvida, entre em contato conosco agora mesmo!

2 opiniões sobre “Perdi o XML de uma NF-e, o que devo fazer?”

Os comentários estão encerrados.