Aumente o desempenho do ecommerce com email marketing

Social Media & Marketing
Photo Credit: Rosaura Ochoa via Compfight

De acordo com o Estudo Global de Entregabilidade de E-mail – 2º semestre 2011, realizado pela Return Path, somente 64,5% dos e-mails comerciais chegaram às caixas de entrada dos brasileiros na segunda metade de 2011.

Do total dos e-mails trafegados no país, 22,4% foram direcionados para pasta de spam ou para o lixo, e 13,1% foram bloqueados pelos provedores (ISPs). O estudo concluiu que a média mundial de entrega de mensagens foi de 76,5%, colocando o Brasil entre os países com os índices mais baixos de entregabilidade. O nosso país ficou abaixo, por exemplo, da Ásia-Pacífico, região com o pior índice que registrou 66,5% de e-mails chegando na caixa de entrada.

Isso poderia ser superado se os varejistas se dedicassem aos seus programas de e-mail marketing, que são fundamentais na estratégia de geração negócios e para atrair consumidores.

Na análise por setores, a indústria de Games foi a que demonstrou o pior índice de entrega de e-mails no Brasil (somente 40,1 %), seguida da Saúde (68,6%), Telecomunicações (76,9%), Varejo (79,4%), Redes Sociais (87,4%) e Bancos (98,4%). Os dados mostram que o cenário mundial também não apresentou resultados positivos. Historicamente, as taxas globais de entrega dos e-mails foram de aproximadamente 80%, com uma em cada cinco mensagens sendo direcionadas para pasta de spam ou bloqueadas. Percebe-se com o estudo que, pela primeira vez em três anos, houve uma queda de 6% no segundo semestre do ano passado, trazendo a média mundial para 76,5% contra 81% no primeiro semestre de 2011, a pior já registrada desde que a companhia iniciou o estudo.

A quantidade de e-mails encaminhados para a pasta de spam foi recorde no segundo semestre de 2011: chegou a 8,4% e as mensagens não entregues ou bloqueadas pelos filtros de provedores chegou a 15,1%, um índice 20% menor do que os seis primeiros meses do ano.

As dificuldades que os profissionais de marketing enfrentam em melhorar as performances de suas campanhas estão diretamente ligadas com a não adoção das melhores práticas para envio de mensagens, o que beneficiaria consideravelmente a reputação dos remetentes e, obviamente, incrementaria as taxas de entrega.

Uma explosão no número de mensagens eletrônicas vem acompanhando o avanço do comércio eletrônico, o que leva os provedores a se tornarem cada vez mais exigentes para liberar suas barreiras. Esse é o grande desafio do varejo virtual nesse cenário. Para vencer, é preciso cuidar muito bem da sua reputação.

Via E-Commerce News

3 opiniões sobre “Aumente o desempenho do ecommerce com email marketing”

  1. respondendo a pergunta do nosso amigo ivanildo torres

    e-mail marketing funciona da seguinte forma por exemplo:
    eu tenho um site e desejo aumentar minhas vendas então eu compro uma lista de emails que pode conter até 300 mil emails ou mais, ou compro um programa chamado email extrator, esse programa extrai emails da internet.
    apos eu ter os endereços de emails dos meus futuros clientes, eu preciso ter um programa que envie emails em massa.
    depois de ter esses 2 programas é hora de enviar os emails para os futuros clientes.
    agora que vem o chamado e-mail marketing, é quando eu envio um email para uma pessoa oferecendo um serviço ou seja fazendo uma propaganda do que eu estou vendendo, no campo de mensagem geralmente é colocado algum código html do site que você está divulgando, criando assim um email marketing. nada mais é do que uma propaganda do que você deseja divulgar.
    se você deseja ter mais informações sobre programas de e-mail marketing
    acesse: vendasdinamicas.hd1.com.br/programas.htm que eu estarei colocando os programas referentes a e-mail marketing.

Os comentários estão encerrados.