Como anda o mercado de e-commerce no Brasil?

Fechamento do 1º semestre e expectativas para o final do ano

Estar atualizado com as últimas novidades do setor é essencial para empreendedores de qualquer área. Por ser muito dinâmico, o mercado de comércio virtual está em constante transformação, principalmente no Brasil, onde cresce a cada dia.

O relatório WebShoppers, da E-bit, apresenta de forma didática os principais dados do último semestre, como as categorias mais vendidas, perfil do consumidor e expectativas para o resto do ano.

Primeiro semestre de 2013

A primeira metade do ano teve bons resultados para o e-commerce brasileiro. O faturamento do setor foi de R$ 12,74 milhões e a quantidade de pedidos feitos pela internet aumento em 20% em relação ao semestre anterior.

Mesmo com o cenário econômico atual não estando favorável (crise internacional, baixo PIB, etc), o consumidor é crítico e consciente: ele procura bons negócios, comodidade e facilidade de pagamento, e é no e-commerce que isso pode ser encontrado.

A categoria “Moda & Acessórios”, que já vinha crescendo, chegou à primeira posição no ranking de produtos mais vendidos. Em segundo lugar, vem “Eletrodomésticos” e, em terceiro, “Cosméticos & Perfumaria”.

As redes sociais firmaram-se como meio de chegar a uma loja virtual que mais cresce, e o mobile commerce (compras pelo celular) também está se popularizando entre os brasileiros.

A previsão é que o ano de 2013 termine com resultados positivos para o comércio eletrônico no Brasil. A previsão é que o setor atinja um faturamento de R$ 28 bilhões, o que representa um crescimento nominal de 25% em relação a 2012.

Quer saber mais?

Então acesse o relatório completo e confira a 28ª edição do relatório WebShoppers!