Arquivo da categoria: Datas sazonais

Como aproveitar as datas sazonais para vender mais

Venda mais no Dia das Mães

Dicas para vender mais no dia das mães.

O Dia das Mães é uma das datas com maior faturamento no comércio, sendo a oportunidade para aumentar as vendas.

É importante fazer uma ampla divulgação das suas marcas e oferecer boas condições de pagamento, aumentando seus lucros. Tudo isso com planejamento, para poder atender seus clientes da melhor maneira possível na hora das compras.

Para contribuir com o sucesso do seu negócio, temos dicas para você:

Kit de Produtos
Faça kits com produtos relacionados e venda por com preços melhores. Combine produtos que tenham muita procura com os que tenham pouca saída, assim você aumenta as vendas e diminui o estoque.

Promoções
Atraia mais clientes, sem prejudicar a saúde financeira da loja. Só dê descontos se você for continuar no azul. Para isso, é importante negociar melhores preços com fornecedores. Outra opção é dar descontos para compras acima de determinado valor.

Lembre-se, para que as promoções sejam atrativas, elas devem ser esporádicas, com os descontos aplicados em momentos estratégicos, como o Dia das Mães. As lojas virtuais podem oferecer frete grátis. Aliás, os consumidores adoram. Mas fique atento ao seu caixa para não perder dinheiro.

Divulgação
A internet é ideal para divulgar gastando pouco. Você pode promover as vantagens da sua loja via e-mail marketing, redes sociais e mídia paga, como o Google AdWords. Um detalhe muito importante é para quem você irá direcionar sua comunicação. As mensagens não devem ser promovidas às mães, pois quem compram os presentes são os filhos e maridos.

Opções de pagamento
Aceite as principais bandeiras de cartão, no débito e no crédito, além de boletos. Uma das soluções mais criativas para o seu negócio é o Link de Pagamento, com ele você não precisa ter necessariamente uma loja online e vende pelas redes sociais e WhatsApp!

Conheça também a Minizinha, uma maquininha que cabe no bolso e agiliza as suas vendas. Quem precisa de mobilidade, pode contar com a Minizinha Chip, a maquininha que vem plano de dados grátis e wifi, para você vender em qualquer lugar.

Conheça todas as soluções do PagSeguro e acelere as vendas no mês das Mães. Acesse o site PagSeguro.com e confira!

Dia Internacional da Mulher: Inspire-se Com as Histórias de Sucesso de Mulheres Empreendedoras

dia internacional da mulher mulheres empreendedoras

Hoje é dia Internacional da Mulher e trouxemos histórias reais de sucesso de mulheres corajosas e lutadoras que vão te inspirar.

Um levantamento da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), aponta que o Brasil possui 7,9 milhões de mulheres empreendedoras. Muitos são os motivos que levam as mulheres a empreender. Existem as que empreendem por um sonho, enquanto outras querem ter mais liberdade e alcançar a tão sonhada independência financeira. Por fim, há quem empreenda por necessidade.

Independentemente das motivações, é possível chegar ao sucesso mesmo com todas as dificuldades impostas pelo mercado.

Por isso, o PagSeguro selecionou 5 mulheres empreendedoras e bem-sucedidas para você se inspirar. Confira:

Cleusa Maria da Silva – Franquia Sodiê Doces

De doméstica a dona da Sodiê Doces, maior franquia de bolos artesanais do Brasil, com mais de 290 lojas em todo o país. Quem hoje vê Cleusa Maria da Silva nem consegue imaginar todas as dificuldades que ela já enfrentou na vida.

Aos 9 anos de idade, Cleusa cortava cana para ajudar a mãe nas despesas de casa. Anos depois, mudou-se para a capital de São Paulo e começou a trabalhar como doméstica, mas foi no interior paulista, na cidade de Salto, que ela aprendeu a preparar bolos.

Com as economias de dois anos, Cleusa abriu sua primeira unidade Sodiê. O sucesso dos bolos foi tão grande que muitas pessoas da capital faziam questão de viajar para comprar os bolos de Cleusa. Entre idas e vindas, um cliente sugeriu a expansão da loja pelo modelo de franquias. Ela aceitou não parou mais de crescer.

Chieko Aoki – Blue Tree Hotels

Formada em Direito pela USP, com cursos de Administração na Universidade de Sofia, em Tóquio, e de Administração Hoteleira, na Cornell University, nos Estados Unidos, Chieko Aoki ingressou no mercado hoteleiro no início da década de 1980, quando exercia o cargo de diretora de marketing e vendas de uma rede de hotéis de luxo.

Ela chegou a trabalhar em diversos lugares do mundo, como Brasil, Estados Unidos, Europa e Japão. Mesmo com uma carreira consolidada no mundo corporativo, Chieko Aoki resolveu empreender e, em 1997, lançou a bandeira Blue Tree Hotels. Atualmente, a marca está presente nas cinco regiões do país, com 22 unidades.

Candice Pascoal – Kickante

Nascida em Juazeiro, no interior da Bahia, Candice Pascoal é uma das fundadoras e CEO da startup de crowdfunding Kickante. Após anos trabalhando com grandes nomes da música, a empreendedora se tornou referência quando o assunto era arrecadação de fundos para projetos artísticos e sociais.

Candice resolveu transformar sonhos em realidade. Foi assim que nasceu, em 2013, a Kickante. Até o começo de 2017, a plataforma online já havia captado mais de 40 milhões de reais para financiar projetos de todos os tipos.

Em meio a tanto sucesso, o reconhecimento veio em forma de prêmio. Candice ganhou o tradicional Cartier Women’s Initiative Awards 2017 da América Latina, que tem como objetivo identificar e apoiar negócios inovadores liderados por mulheres.

Luiza Trajano – Magazine Luiza

Até a década de 1990, o Grupo Magazine Luiza estava longe de ser o que é hoje. Aliás, era apenas uma pequena loja do interior de São Paulo que tinha o nome A Cristaleira. A história começou a mudar quando Luiza Helena Trajano assumiu o comando da empresa fundada por seus tios.

A loja, então, adquiriu outras redes concorrentes e se transformou no Grupo Magazine Luiza. Atualmente, com mais de 700 lojas físicas, a empresa está presente em 16 estados brasileiros. Tão ambiciosa quanto antenada às tendências de mercado, Luiza Helena Trajano foi responsável por fazer da marca uma das pioneiras do e-commerce brasileiro.

Claudia Bittencourt – Grupo Bittencourt

Claudia Bittencourt era casada, com duas filhas e executiva de uma grande empresa do ramo de fertilizantes. De repente, sua vida mudou. Após a falência da empresa onde trabalhava, Claudia ficou viúva e responsável por cuidar de duas crianças.

Diante da dificuldade, ela teve forças para empreender. Em 1982, a empreendedora abriu sua consultoria no estado de Goiás, com o objetivo de reestruturar empresas que passavam por momentos delicados.

Atualmente, o Grupo Bittencourt se dedica ao segmento de franchising. O grupo é responsável pelo desenvolvimento de mais de 2 mil projetos para que empresas possam operar no modelo de franquias.

PagSeguro é parceiro das mulheres empreendedoras

Independentemente do setor de atuação, você pode contar com as soluções do PagSeguro para receber o dinheiro de seus clientes e melhorar a gestão financeira de seus negócios. Todos os serviços do PagSeguro não cobram aluguel nem taxa de adesão. Conheça todas as nossas soluções para vendas presenciais e vendas pela internet.

O PagSeguro se orgulha de fazer parte da história de mulheres que venceram e torce pelas que ainda estão lutando para conquistar os seus sonhos.

Toda mulher é inspiradora. Sucesso na sua caminhada!

Dia do Consumidor: Dicas Para Vender Mais

Em Março acontece o Dia Internacional do Consumidor, que é para muitos varejistas, a Black Friday do primeiro semestre.

De tão importantes para o varejo, os consumidores ganharam uma data especial só deles no calendário.

Desde 1983, o Dia Internacional do Consumidor é comemorado em 15 de março, embora ele só tenha ganhado força nos últimos anos no Brasil, com a consolidação do comércio eletrônico.

Segundo dados da consultoria Ebit, o e-commerce movimentou 265 milhões de reais no Dia do Consumidor de 2017. Aliás, muitos lojistas já encaram a data como a Black Friday do primeiro semestre.

Para aproveitar o dia, é preciso oferecer descontos exclusivos e criar promoções imperdíveis. Afinal, a ideia é agradar aos seus clientes e, por consequência, impulsionar suas vendas, não?

Mas você não pode sair dando descontos a torto e a direito de última hora, sem fazer um planejamento. Corre-se o risco de ficar no prejuízo. Portanto, programe-se o quanto antes e divulgue seus descontos no Dia do Consumidor com antecedência para que seus clientes se preparem para a compra.

A seguir, veja os tipos de promoções que você pode oferecer:

Parcelamento sem juros

Você sabia que, segundo o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 79% dos brasileiros costumam parcelar suas compras, tanto em lojas físicas quanto virtuais? Concordamos, então, que oferecer a possibilidade de parcelamento já é suficiente para atrair clientes.

No entanto, sabemos, também, que compras parceladas implicam cobrança de taxas mensais. Para que o consumidor perceba vantagem nessa situação, você pode assumir todas as taxas adicionais do parcelamento nas compras realizadas no Dia do Consumidor. Assim, um produto de 500 reais comprado em 10 vezes tem um custo de 50 reais mensais para o consumidor.

E o PagSeguro permite configurar o Parcelamento Vendedor em todas as maquininhas de cartão e em lojas virtuais. É possível, aliás, determinar o período em que esse tipo de parcelamento será aplicado. Vale lembrar, também, que você recebe o valor integral das vendas de uma única vez, independentemente do número de parcelas e já com os valores das taxas devidamente abatidos.

Frete grátis

De acordo com a pesquisa Consumidor Digital 2017, elaborada pela agência Conversion, 77% dos consumidores online já desistiram de uma compra por conta do valor do frete. No entanto, oferecer frete grátis para todas as vendas pode prejudicar bastante o seu caixa. É possível, inclusive, que você fique no vermelho no fim das contas.

Portanto, uma boa tática é limitar frete grátis para regiões próximas do local de origem do produto ou para um valor mínimo de compras. Tem de ser um valor alto para compensar o frete grátis. Aliás, isso estimula o consumidor a colocar mais produtos no carrinho, aumentando o tíquete médio da sua loja virtual.

Desconto progressivo

À medida que o consumidor coloca mais produtos no carrinho de compras, ele ganha mais descontos. Essa estratégia é muito aplicada em lojas de roupas, uma vez que estimula o cliente a comprar mais de uma peça, de preferência que combinem entre si: calça, blusinha e jaqueta, por exemplo.

Pode ser assim. No segundo produto colocado no carrinho, ele ganha 20% de desconto; 30% sobre o terceiro e 40% sobre o quarto e assim por diante. Além de aumentar o tíquete médio, trata-se de uma estratégia para dar um giro mais rápido no estoque, sobretudo em produtos com pouca saída.

Não esqueça de convidar seus clientes para o Dia do Consumidor

Vamos combinar: não adianta nada criar diversas promoções se os seus clientes não têm conhecimento delas, né? Todo o esforço será em vão. Para que isso não aconteça, não deixe de enviar campanhas de e-mail marketing alertando sua base de contatos da chegada do Dia do Consumidor.

Marcar presença nas redes sociais e investir em mídia paga também são ótimas estratégias para alcançar mais pessoas e, assim, impulsionar suas vendas nesta data.

Agora que você já sabe o que fazer para vender mais no Dia do Consumidor, mãos à obra!

E para aproveitar ainda mais as nossas dicas, use e abuse das Soluções do PagSeguro para o seu negócio.

 

 

 

Carnaval 2018: Conheça os acessórios que podem te ajudar a vender mais

O carnaval é uma das datas em que o turismo brasileiro mais fatura. A festa que conhecemos, existe no Brasil desde o final do século XVII. Trazida pelos Portugueses, a manifestação popular movimenta, durante quatro dias, milhares de foliões nas principais capitais do país. As festas lotam de turistas ruas e hotéis ajudando muito quem pretende empreender.

Segundo o site do Ministério do Turismo, o Carnaval de 2017 movimentou R$ 5,8 bilhões de reais. Rio de Janeiro e São Paulo, juntos, concentram 68,2% da receita gerada no período. O Ministério do Turismo estima que R$ 11 bilhões sejam injetados na economia com a movimentação de brasileiros e estrangeiros em 2018. Outros dados apontam que 10,7 milhões de brasileiros e cerca de 400 mil turistas estrangeiros, movimentarão as principais capitais.

Com tanta gente buscando produtos e serviços, quem ganha é o comércio local. Os blocos de rua movimentam, além de foliões, os vendedores ambulantes. Geralmente vendedores autônomos, utilizam as soluções do PagSeguro para poder aceitar cartões de débito e crédito, por não ter aluguel e taxa de adesão, e sem a necessidade de conta bancária, é uma ótima opção para eles.

Recentemente o PagSeguro lançou algumas opções de acessórios para ajudar, e muito, os vendedores na maratona do Carnaval. Quem tem a Moderninha WiFi, pode contar com uma Capinha de Silicone, que protege a maquininha contra impactos e quedas. Com aberturas especiais para leitura dos cartões, via chip ou tarja, e uma para plugar o carregador. A capinha pode ser adquirida na Loja do PagSeguro, o produto se chama Capinha para Moderninha WiFi.

Para que não falte energia, o PagSeguro também lançou o carregador de bateria portátil. Ele pode ser usado em qualquer maquininha de cartão do PagSeguro. Basta carregá-lo antes e pronto, uma bateria extra para não ficar na mão. Ele funcionará como o carregador tradicional, mas sem a necessidade de uma fonte de energia, portátil mesmo! O carregador pode ser adquirido na Loja do PagSeguro, o produto se chama Power Bank.

Bom CARNAVAL e Boas Vendas!

Gostou dos acessórios do PagSeguro?! Conheça esses e outros na Loja do PagSeguro.

Dicas para você vender mais no Natal

Vender mais no Natal

Mesmo que muitas pessoas tenham aproveitado as promoções da Black Friday para antecipar algumas compras de Natal, ainda há muitos presentes a ser comprados até o dia 25 de dezembro, a data mais importante do comércio brasileiro.

Uma pesquisa do SPC, em parceria com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), calcula um faturamento de 51,2 bilhões de reais no período que abrange as compras de Natal. Ainda de acordo com o levantamento, 40% dos consumidores pretendem comprar os presentes no comércio eletrônico, enquanto 37% vão aos shopping centers fazer as compras..

Agora, é preciso correr para deixar suas lojas prontas para vender. Não perca mais tempo e confira algumas dicas para garantir boas vendas na data mais importante do varejo.

 Estratégias para atrair clientes

Você pode chamar a atenção dos consumidores sem oferecer tantos descontos. Na época do Natal, as pessoas estão dispostas a gastar um pouco a mais, principalmente depois que o 13º salário cair.

Para queimar os estoques, faça kits que misturem produtos com bastante saída com os que estão parados há tempos e venda-os por um preço mais atrativo.

 Divulgação online

Por conta do custo-benefício, email marketing e conteúdos nas redes sociais não podem faltar nessa hora.

Embora seja um pouco mais caro, investir em mídia paga, como Google AdWords, traz bastante retorno para a sua loja virtual. Aqui, o importante é estar presente nos mais diversos meios online para lembrar que a sua loja tem ótimos produtos e serviços.

Estoque em dia

Não existe nada pior do que isso: o cliente chega até a sua loja virtual, decide comprar um produto e, na hora H, ele está em falta. Para evitar esse tipo de problema, vale a pena analisar o histórico dos últimos anos para saber quais são os produtos que têm maior saída durante o Natal.

Assim você consegue ser mais preciso na hora de comprar a quantidade certa de mercadorias dos seus fornecedores. Falando em seus parceiros, já negocie a capacidade e os prazos que eles conseguem fazer, caso necessário, um reabastecimento.

Entrega rápida

Ninguém quer chegar à ceia de Natal sem presentes. Para isso, as lojas virtuais precisam ser rápidas nas entregas. Nesse sentido, vale a pena firmar parcerias com pequenas transportadoras e, dependendo do tamanho dos produtos, contratar os serviços de motoboys para as entregas mais próximas. Investir em um carro próprio e permitir que os clientes peguem os produtos em algum endereço físico são alternativas interessantes para garantir a entrega rápida.

É  fundamental deixar o prazo de entrega bem claro aos visitantes da sua loja virtual. Para conseguir vender para os mais atrasados, deixe uma mensagem em seu site falando que a sua loja consegue entregar até a hora do almoço do dia 24 de dezembro para quem é de determinada região, por exemplo.

Atendimento 2.0

 Um dos segredos para vender bem é realizar um bom atendimento, principalmente em um cenário de muita concorrência. O bom atendimento inclui, entre outras coisas, responder rapidamente as dúvidas dos clientes e apontar os melhores benefícios dos produtos.

Quem possui loja virtual, pode manter um chat online no horário do expediente para ajudar usuários a tirar eventuais dúvidas. Não é só isso. É preciso ficar atento, também, às mensagens que chegam pelas redes sociais e respondê-las o mais rápido possível. Lembre-se: atrasar no atendimento pode significar a ida de um cliente para a loja concorrente.

Aliás, você pode, antecipar as dúvidas dos seus clientes criando diversos conteúdos, em blog ou em vídeo, explicando funcionalidades e benefícios dos produtos.

Clima de Natal

 A loja precisa entrar no clima de Natal. Quando o cliente entra em uma loja enfeitada, ele se sente mais confortável para realizar uma compra.

Se você possui um comércio físico, aposte em luzinhas, enfeites e até em músicas natalinas. Nas lojas virtuais, insira ícones que remetem os usuários ao Natal. Que tal  colocar um gorro do Papai Noel no logo da sua loja? Gere empatia!

 Formas de pagamentos

 Seja parcelado ou à vista, o cartão de crédito é a forma de pagamento preferida de 74% dos consumidores brasileiros, de acordo com pesquisa da Deloitte. Para se ter ideia, o Banco Central do Brasil (BC) calcula que, em 2016, foram realizados 5,9 bilhões de operações com cartões de crédito.

Se você possui uma loja física e não quer perder nenhuma venda, conheça as soluções presenciais do PagSeguro e adquira a maquininha mais compatível com o seu negócio. Com ela você aceita as principais bandeiras de cartões e vende no débito, crédito e refeição. E ainda você não paga aluguel e nem taxa de adesão.

O PagSeguro também é a solução para quem vende online. Se você possui uma loja virtual, por exemplo, basta integrar o sistema de pagamento na sua loja para começar a aceitar mais de 25 meios de pagamento. Também é possível parcelar as vendas em até 12 vezes e receber o valor de uma só vez.

Aliás, mesmo para quem não tem uma loja virtual, o PagSeguro é a solução. Se você divulga e vende produtos pelas redes sociais e pelo WhatsApp, precisa conhecer o Link de Pagamento. Pelo site ou pelo aplicativo PagSeguro Vendas, você insere a descrição do produto (ou serviço) e seu valor, depois gera um link de pagamento. Aí, basta compartilhá-lo com seus clientes pelas redes sociais ou WhatsApp e pronto! Automaticamente, eles têm acesso à plataforma PagSeguro para efetuar o pagamento com cartão de crédito ou boleto bancário.

Boas vendas!

Colocando em prática estas dicas, você tem tudo para alavancar suas vendas de fim de ano.

Sucesso e um ótimo Natal! 🎅

Como vender mais na Black Friday 2017

Vender mais na Black Friday

A Black Friday é sinônimo de oportunidades para lojistas e descontos para os consumidores. O evento acontece na última sexta-feira de novembro, que, neste ano, cai no dia 24. São liquidações imperdíveis, sobretudo no comércio eletrônico e que podem durar mais de uma semana, tudo com o objetivo de alavancar as vendas e aquecer o mercado.

Compre uma maquininha com 70% de desconto

Aproveite a Black Friday para vender muito! Garanta agora sua maquininha por apenas 12x de R$8,90 e você ainda ganha o Cartão Pré-Pago PagSeguro: https://goo.gl/t4Gm19

Maquininha Black Friday

Segundo a consultoria Ebit, as 24 horas de promoções movimentaram 1,9 bilhão de reais no comércio eletrônico em 2016, um crescimento de 17% em relação ao 1,64 bilhão de reais que a data atingiu em 2015.

Para esse ano, a expectativa é de crescimento também. O comércio eletrônico deve faturar 2,2 bilhões de reais na Black Friday. O estudo ainda mostra que 68% das pessoas pretendem comprar durante o período.

Confira algumas dicas que vão ajudar você vender mais durante e Black Friday de 2017:

Fique de olho na margem de lucro

Ofereça descontos atrativos, mas não reduza os preços de forma aleatória, a ponto de ficar no prejuízo. Você ainda é uma loja e precisa gerar lucro.

Então, em vez de ter uma margem de lucro de 20% sobre cada produto vendido durante a Black Friday, diminua essa margem para 5%, por exemplo. Com isso você deve atrair mais clientes e não sai perdendo.

Negocie preços com fornecedores

Outro caminho para oferecer descontos agressivos sem mexer tanto no balanço da sua empresa é negociar preços com seus fornecedores e parceiros com certa antecedência. Em outras palavras, procure comprar mais barato para vender a preços reduzidos.

Durante a negociação, aponte os benefícios que seus parceiros também terão no futuro com os produtos em descontos. É hora de colocar todo o seu dom de vendedor em prática!

Quais produtos oferecer

Mesmo negociando com fornecedores e diminuindo sua margem de lucro, talvez não seja possível colocar todo o seu mix de produtos em promoção. Não há problemas. Nesse caso, você deve selecionar produtos mais atrativos, os que têm mais saída na sua loja.

Lembre-se, verifique o histórico de vendas dos últimos anos nesse período. Sabendo que muitos consumidores aproveitam a Black Friday para antecipar as compras de fim de ano, também vale a pena consultar os produtos mais vendidos no Natal.

Uma boa ideia para a época da Black Friday é aproveitar para liquidar os produtos que estão encalhados no estoque. Estude quais os itens têm pouca saída e para se livrar deles faça kits com produtos relacionados. Com isso pronto, aplique descontos interessantes para chamar atenção dos clientes.

Ao colocar descontos em produtos estratégicos, você tem mais chance de se dar bem na Black Friday e ainda renovar seu estoque. Fica a dica!

Convide os consumidores 

Não adianta nada ter todo esse trabalhão para oferecer descontos se ninguém do outro lado do balcão está sabendo da promoção.

Invista em divulgação, os seus clientes precisam saber que a sua loja está participando da Black Friday 2017.

Envie e-mail para a sua base de contatos e atualize as suas redes sociais. Use as mídias sociais para aguçar a curiosidade dos seus consumidores e criar boas expectativas. Dê dicas do que eles podem esperar para a última sexta-feira do mês. Para atrair mais clientes, invista em outros canais de divulgação, como Google AdWords e Facebook Ads. Segmentar os anúncios, de acordo com o perfil de seu público-alvo, garante visitas mais assertivas de clientes que propensos a comprar os seus produtos.

Se você tem uma loja física, essas dicas também funcionam, pois as pessoas pesquisam bastante na internet antes de sair para fazer as compras.

Aproveite a sua vitrine e mostre que a sua loja tem produtos com descontos exclusivos na Black Friday 2017. Assim, você impacta, também, as pessoas em movimento nas ruas.

Não engane os consumidores

Nem tudo são flores na Black Friday. Quando chegou ao Brasil, em 2010, a data ficou com uma fama ruim. Para dar a impressão de descontos agressivos, muitas lojas virtuais aumentavam o preço dos produtos na véspera e, aí, voltavam ao preço normal durante a sexta-feira de descontos. Daí surgiu o apelido de Black Fraude.

Existem sites que disponibilizam o histórico de preços dos produtos no decorrer do ano. Assim, não tem mais como enganar os consumidores, que estão cada vez mais exigentes.

Mais: seja transparente com os visitantes. Se um produto acabou no estoque, avise-os imediatamente no site. Isso evita transtornos desnecessários. Também não vale mudar o preço durante a data, hein! O que você anunciou no email marketing e nas redes sociais deve permanecer, pelo menos, durante as 24 horas de promoção!

Ofereça mais do que descontos

Durante a Black Friday, todas as lojas participantes oferecem descontos. Isso é mais do mesmo. Vá além. Aqui, se você possui uma loja virtual, tente garantir a entrega de todas as mercadorias no prazo combinado.

Sabendo que os Correios trabalham bastante na data e podem atrasar as entregas, faça parceria com transportadoras. Para entregas em regiões próximas, por que não recorrer a motoboys ou até a veículo próprio?

Em lojas físicas, a diferença pode estar no atendimento. Treine seus colaboradores para proporcionar a melhor experiência possível aos clientes. Mais do que tirar as dúvidas deles, vale a pena evidenciar os benefícios de cada produto.

Tenha variedade na forma de pagamento

Por último, e não menos importante, estão as formas de pagamento oferecidas. Sua loja física só aceita dinheiro? Ih, deve estar perdendo bastante vendas, hein? A situação não é muito diferente para quem anuncia e vende produtos pelas redes sociais e só aceita depósito bancário.

Atualmente, os consumidores querem variedade para escolher a opção de pagamento mais viável no momento. Para oferecer aos clientes inúmeras opções e facilidade na hora do pagamento, conte com as soluções do PagSeguro.

Ao integrar a plataforma do PagSeguro em sua loja virtual, você aceita mais de 25 meios de pagamento, desde as principais bandeiras de cartão de crédito, débito online e boleto bancário.

Por sua vez, quem trabalha no comércio físico também pode se dar bem com as maquininhas do PagSeguro. Com a Minizinha, Moderninha Wifi ou Moderninha Pro você aceita pagamentos com cartões de débito e crédito. Aqui, a grande vantagem é que elas não cobram taxa de adesão nem aluguel, ou seja, você é dono do aparelho.

Ah, você é um empreendedor que utiliza as redes sociais e o WhatsApp para divulgar e vender produtos? Mais uma vez, o PagSeguro é seu parceiro ideal. Para facilitar a vida de seus clientes, ofereça pagamento por meio do serviço Pag.ae. Pelo site ou pelo aplicativo PagSeguro Vendas, você insere a descrição do produto (ou serviço) e seu valor, depois gera um link de pagamento. Aí, basta compartilhar esse link com seus clientes pelas redes sociais e WhatsApp. Automaticamente, eles poderão efetuar o pagamento com cartão de crédito ou boleto bancário.

Em todas formas de venda com o PagSeguro, seja online ou pelas maquininhas, você pode parcelar o valor da venda em até 12 vezes no cartão de crédito para seu cliente e receber o valor integral de uma única vez!

Boas vendas!

Seguindo essas dicas, você tem tudo para arrasar na Black Friday 2017! Prepare-se e sucesso!

Presença do PagSeguro no Fórum E-commerce Brasil 2017

PagSeguro no Fórum E-commerce Brasil 2017

Como um dos patrocinadores, o PagSeguro marcou presença no Fórum E-commerce Brasil 2017, o maior evento de comércio eletrônico da América Latina. Em sua 8ª edição, o fórum aconteceu entre os dias 25 e 27 de julho, em São Paulo. Durante os três dias, o evento reuniu mais de 13 mil congressistas e 150 marcas expositoras.

De modo geral, podemos afirmar que o comércio eletrônico está consolidado no Brasil. O setor apresenta crescimento nominal ano após ano. De acordo com os dados da consultoria E-bit, o e-commerce movimentou 44,4 bilhões de reais em 2016, uma alta de 7,4% em relação ao ano anterior. Ainda segundo a consultoria, o setor deve fechar 2017 com crescimento entre 10% e 15%.

Com tanto dinheiro circulando no comércio eletrônico, o Fórum E-commerce Brasil 2017 foi uma boa oportunidade para lojas virtuais conhecerem as principais tendências e novas soluções do mercado.

Estande do PagSeguro

Em meio a um extenso portfólio de produtos, o PagSeguro selecionou três para apresentar ao público presente no Fórum E-commerce Brasil: Moderninha Pro, Checkout in App e a tradicional venda pela web (Checkout).

Quem passou pelo estande do PagSeguro percebeu a atenção da equipe de atendimento e dos executivos comercias, sempre dispostos a tirar todas as dúvidas dos visitantes.

Palestras

Além dos estandes das marcas expositoras, o Fórum E-commerce Brasil 2017 contou com três grandes auditórios temáticos, onde foram realizadas diversas palestras. No Auditório Gestão, os congressistas assistiram a palestras sobre questões e desafios que envolvem uma loja virtual, como logística, indicadores, finanças e legislação.

Por sua vez, no Auditório Tecnologia houve debates sobre as partes mais técnicas de uma operação de e-commerce. Lá, os visitantes presenciaram apresentações de ferramentas e tecnologias exclusivas voltadas para o setor.

Por fim, o Auditório Vendas, o maior de todos, com capacidade para 2,5 mil pessoas sentadas, contou com presenças ilustres. Para citar alguns nomes, o comentarista político Arnaldo Jabor e o empresário Abilio Diniz ministraram palestras nesse auditório.

O PagSeguro bateu um rápido bate-papo com dois palestrantes. Rodrigo Rodrigues, diretor de Soluções de Marketing do Google, deu uma dica muito bacana para os pequenos empreendedores ganharem relevância no buscador: podem iniciar o aprendizado de como usar melhor as ferramentas, se inscrevendo gratuitamente no serviço Google Meu Negócio. Veja no vídeo abaixo:

O chefe do Departamento de Encomendas e E-commerce dos Correios, Lemuel Silva, também conversou com o PagSeguro. De modo geral, ele tranquilizou os lojistas virtuais quanto ao fim do e-Sedex e explicou como funciona as entregas atualmente. Veja no vídeo abaixo:

Vale lembrar que a loja virtual que for cliente do PagSeguro pode oferecer valores diferenciados para a entrega de produtos por meio do serviço Envio Fácil.

Casa Google

Gigante da tecnologia, o Google tinha um espaço no evento para a apresentação de palestras de profissionais da própria empresa. Lá, os visitantes conheciam todos os produtos e serviços do Google que ajudam a impulsionar as vendas online.

Acompanhe os próximos eventos

Pensando em melhorar os negócios de pequenos, médios e grandes empreendedores, o PagSeguro continuará participando e apresentando seu portfólio de produtos em outros grandes eventos, com estande e time de executivos para te atender e responder suas dúvidas. Para não ficar de fora de nenhum deles, acompanhe a nossa agenda aqui.

Prepare-se para vender mais no Dia dos Pais

Vender mais no Dia dos Pais

Não são só os pais que aguardam com ansiedade a chegada do segundo domingo de agosto, quando é comemorado o Dia dos Pais. Os lojistas também arregaçam as mangas, uma vez que se trata de uma ótima oportunidade para aumentar as vendas e, consequentemente, a receita.

Para se ter uma ideia, só o comércio eletrônico, segundo dados da consultoria Ebit, movimentou 1,76 bilhão de reais nas duas primeiras semanas de agosto do ano passado, em virtude do Dia dos Pais. Com um tíquete médio de 441 reais, foram 4 milhões de pedidos efetuados online. Por sua vez, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) aponta que o varejo tradicional faturou 36,5 bilhões de reais na semana que antecedeu a data em 2016. Valores nada desprezíveis, né?

Com a economia se recuperando aos poucos, a tendência é que as vendas aumentem neste ano. Quer aproveitar a alta de vendas nesta data? Então, confira as dicas a seguir:

De olho no histórico de vendas

Um lojista organizado tem um sistema que reúne todas as vendas realizadas mensalmente. Vale a pena ter o histórico de vendas realizadas no Dia dos Pais dos anos anteriores, para analisar quais produtos são mais procurados nesse período. Assim, você consegue deixar o estoque pronto para atender a demanda.

A título de curiosidade, as categorias que tiveram maior volume de pedidos online no Dia dos Pais de 2016 foram “Moda e Acessórios” (16%), “Livro/Assinatura de Revistas” (13%), “Telefonia/Celulares” (12%), “Eletrodomésticos” (12%) e “Cosméticos e Perfumaria/Saúde” (11%).

Kits de produtos

Muitos produtos parados no estoque? Xiii, isso é sinônimo de dinheiro perdido. Aproveite o Dia dos Pais para criar kits de produtos relacionados, como um jogo de facas para churrasco e grelhas especiais. Além de fazer o estoque girar, você ainda aumenta o tíquete médio das suas vendas.

Valor dos produtos

Por mais que as pessoas se preocupem com o preço, faça com que elas enxerguem, primeiramente, o valor agregado dos produtos. Em outras palavras, apresente todos os benefícios que produto tem, antes de seu preço, para um cliente.  Ao conhecer as vantagens do produto, é possível que elenão se importe em pagar um pouco mais para comprá-lo.

Se você possui uma loja virtual, faça uma descrição completa, use fotos com boa qualidade e vídeos mostrando as funcionalidades do produto. Essas são uma maneira de demonstrar o valor dele.

Em uma loja física, esse trabalho deve ser feito pelos vendedores durante o atendimento ao cliente. Nesse sentido, faça um treinamento com seus colaboradores, de modo que eles tenham todos os benefícios dos produtos na ponta da língua. Só depois de convencer o cliente, mencione o preço do presente.

Divulgue seus produtos em diversos canais

Falta de verba não é desculpa para não divulgar sua loja e seus produtos. Gastando muito pouco, é possível criar diversas campanhas online, como: e-mail marketing, redes sociais, Google AdWords e por aí vai. Além de ser mais barato do que anunciar nos canais tradicionais, divulgar pela internet permite segmentar o público que você quer atingir, direcionando, por exemplo, seus anúncios apenas para as regiões que você atende.

Lembre-se: As mensagens da sua ação de marketing devem ser direcionadas aos filhos e mulheres. Afinal de contas, são eles que vão comprar os presentes, né?

Clima de Dia dos Pais

Parece bobagem, mas a loja precisa entrar no clima da data para que os clientes se sintam à vontade para comprar  Em uma loja virtual, vale a pena colocar um banner com a foto de um pai junto com a família. Essa imagem ajuda reforçar a ideia de que o visitante precisa comprar um presente para o pai, avô ou tio e que a loja está lá para ajudá-lo.

O mesmo raciocínio vale para as lojas físicas. Investir nessa ideia nas vitrines, chama atenção das pessoas e as convida a entrar e conhecer os produtos.

Variedade na hora de pagar

Levar as pessoas até a sua loja é só o primeiro passo para realizar a conversão. Os clientes também se preocupam com os meios de pagamento que uma loja oferece. Eles gostam de variedade e simplicidade. Mesmo que o cartão de crédito seja a preferência nacional, o consumidor deve ter o direito de pagar usando outras formas.

Para não decepcionar os usuários, a melhor alternativa para uma loja virtual é ter o sistema de pagamento do PagSeguro integrado. Com ele, você aceita mais de 25 meios de pagamento, desde as principais bandeiras de cartão de crédito, débito online e boleto bancário. Isso sem falar da possibilidade de parcelamento em até 12 vezes no crédito, sendo que a loja recebe o valor integral de uma única vez!

No comércio físico, as maquininhas do PagSeguro são a solução para qualquer negócio, independentemente do tamanho ou tipo. Com a Moderninha Wifi, Moderninha Pro e Minizinha você aceita pagamentos com cartões de débito, crédito e refeição. A grande vantagem das maquininhas do PagSeguro é que elas não cobram taxa de adesão nem aluguel, ou seja, você é dono do aparelho. Isso sem falar que elas, agora, têm 5 anos de garantia. Por fim, as vendas no crédito podem ser parceladas em até 12 vezes.

Ah, você utiliza as redes sociais e o WhatsApp para divulgar e vender produtos? Mais uma vez, o PagSeguro é seu parceiro ideal. É possível facilitar o pagamento dos clientes usando o Pag.ae. Pelo site ou pelo aplicativo PagSeguro Vendas você insere os dados da venda – descrição do produto e valor – e gera um link de pagamento. Aí, basta compartilhá-lo com seus clientes pelas redes sociais e WhatsApp. Automaticamente, eles poderão efetuar o pagamento com mais de 25 meios de pagamento.

Ao seguir todos esses passos, sua loja estará pronta para faturar bastante no Dia dos Pais. Boas vendas!