Arquivo da categoria: Parcerias

Todas as parcerias das empresas com o PagSeguro

Twestival aceita PagSeguro

Segundo o próprio site, “A missão do Twestival São Paulo é angariar fundos para iniciar o projeto de construção de pelo menos um poço de água em um país em desenvolvimento através da ONG charity: water. A missão Global do Twestival é arrecadar US$ 500.000 em conjunto. Somos todos voluntários e nenhum de nós recebe qualquer tipo de pagamento por esta ação.”

Agora eles aceitam PagSeguro, colabore!

Acompanhe o @PagSeguro no Twitter!

ONGs usam PagSeguro

Conversamos com o presidente da Preserva-SP, Jorge Eduardo Rubies, que usa o selo de doação há quase um ano no site da entidade. Embora os valores sejam variáveis, Jorge diz que a OSCIP (Organização Social de Interesse Público), escolheu o PagSeguro pela segurança e facilidade.
“Foi muito simples fazer o cadastro, sem burocracia”, disse Jorge. Os diretores também não tiveram dificuldade em instalar o botão de doação e a única reclamação que têm é por parte dos usuários – que abrem pouco a mão.

O PreservaSP ajuda em movimentos de preservação histórica da cidade, como o tombamento da Casa do Barão da Bocaina, na esquina da Alameda Santos com a Rua Padre João Manoel, em S. Paulo. Colabore!




Conheça clientes PagSeguro no novo Portal de Lojas

O novo layout e funcionamento do Portal de Lojas
O novo layout e funcionamento do Portal de Lojas

O Portal de Lojas PagSeguro – catálogo com algumas lojas virtuais e websites que usam PagSeguro – está novinho em folha. Organizamos as categorias em ordem alfabética. Ao clicar em uma delas, o usuário já visualiza a relação de lojas dentro da categoria selecionada. E para não prejudicar nenhuma loja, a apresentação é aleatória, ou seja, não há privilégio para lojas que começam com “A”. Os critérios para participação continuam os mesmos, e estão publicados em link no próprio Portal de Lojas.

O Portal de Lojas é uma forma interessante para Empresas que usam PagSeguro mostrarem sua credibilidade. Mas há outras oportunidades interessantes para quem quer anunciar na web, e nem precisa ter um CNPJ. Confira o bônus para clientes PagSeguro pessoa física (conta Vendedor) ou jurídica (conta Empresarial) em Links Patrocinados, e conheça também o Shopping UOL.

Ekom: sua loja pronta em segundos, integradinha com PagSeguro

Daniel Bertini tem 32 anos, é webdesigner e programador, trabalhando como consultor autônomo para diversas empresas. Começou sua carreira ainda no tempo das BBS‘s e com o tempo tornou-se um programador e empreendedor da web. Cheio de idéias e projetos, lançou em setembro de 2008, o Ekom. “Eu tinha clientes que desejavam criar lojas on-line e queriam as suas próprias marcas, mas não tinham nenhum conhecimento técnico e não conseguiam desenvolver nas outras plataformas disponíveis. Então criei o projeto e o desenvolvi nas horas vagas (leia-se noites e madrugadas)”, conta.

O Ekom é programado em PHP, e permite criar, sem maiores complicações (como hospedagem ou registro de domínio), uma loja totalmente personalizada e, o melhor, totalmente integrada ao PagSeguro.

“Escolhi o PagSeguro porque já era usuário do sistema e ele é muito bom. Foi o melhor modo de garantir segurança, conforto e confiabilidade tanto para o lojista como para os clientes”, diz Daniel.  Ele oferece quatro tipos de planos para quem deseja usar o Ekom, de acordo com o número de produtos. O grátis, que permite incluir 10 itens; depois há três planos: básico, médio e super, que custam entre R$ 60 e R$ 210, conforme o volume de produtos. Para completar, as lojas geram, no sistema, relatórios de venda e recebimentos, o que ajuda a melhorar o negócio.

É possível também integrar o sistema a sites ou blogs, mas com a assessoria de Daniel – que já está planejando um plugin para o WordPress de forma a facilitar o trabalho.

Para o futuro, Daniel também planeja adicionar atendimento on-line e um portal para dar destaque aos produtos das lojas Ekom.

A dica veio da nossa leitora Vanessa Mantuani.

Vakinha mostra o uso inteligente do PagSeguro


Em dezembro, nasceu um novo serviço na internet brasileira: Vakinha. Criado pela empresa gaúcha Squid, o serviço já nasce integrado ao PagSeguro. Para quê serve o Vakinha? Para gerenciar e arrecadar dinheiro para todos os fins. Quem já tem cadastro no PagSeguro já pode sair usando o serviço sem medo – e quem não tem ganha uma conta de vendedor automaticamente.

É possível criar vaquinhas abertas ou fechadas. As abertas podem ser usadas para doações ou colaborações com fins específicos – como o churrasco da turma, o chá de bebê da amiga, o presente de casamento para o colega de escritório. As fechadas são indicadas para grupos específicos de pessoas e podem ser controladas através do painel de controle.

É um serviço simples e útil já que resolve a questão de gerenciamento que sempre fica na mão de alguém. Agora fica mais fácil controlar e não se corre o risco de perder a conta de quem contribuiu ou não.

O pulo do gato, entretanto, é o uso do PagSeguro, que permite pagamentos por Transferência Eletrônica de Fundos, boleto e cartão de crédito. O serviço tem consigo toda a segurança dos protocolos PagSeguro e garante eficiência e rapidez nas transações.
Update:
Se o usuário esquecer a senha, pode pedir para que seja reenviada ao seu e-mail cadastrado no PagSeguro.

Nasce o Startupi

Com apoio PagSeguro e UOL Host, nasceu ontem uma iniciativa única no Brasil: o Startupi, um blog que vai falar de startups e mostrar aos investidores, nacionais e estrangeiros, as iniciativas brasileiras. Venture Capital, a criação de startups, Angel Investors e inovação serão os temas naturais do site.

A iniciativa do grupo Social Smart – que também mantém a Amanaiê e lançará um novo serviço para o mercado mobile em 2009 – será mantida pelo blogueiro Alexandre Fugita, que criou o Techbits, um dos melhores blogs de tecnologia do Brasil.

Foto: Larissa Herbst

Wimbelemdon: projeto social com apoio PagSeguro

No bairro de Belém Novo, em Porto Alegre, o fotógrafo Marcelo Ruschel fez nascer, com seu esforço, o projeto Wimbelemdon. Numa quadra de tênis daquele bairro, 40 jovens entre 8 e 15 anos em situação de risco, aprendem tênis e têm todo apoio para seguir os estudos – além de aulas de inglês, inclusão digital e meio ambiente.

Os simpatizantes do tênis e do Projeto WimBelemDon de Porto Alegre e arredores estão convocados a comparecerem à mostra Tênis/Arte: Marcelo Ruschel – Exposição 25 anos de Fotografia . Entre 17 e 23 de dezembro, no Átrio do Bourbon Shopping Country (av. Túlio de Rose, 100), o fotógrafo expõe seus cliques, resultado de 25 anos de fotografia artística pelas quadras de tênis do mundo inteiro. A abertura será dia 17 às 20h, com a presença já confirmada de Fernando Meligeni.

Na mostra, as pessoas terão a oportunidade de ajudar na continuidade do Projeto. Marcelo Ruschel doou várias fotos ao Projeto Wimbelemdom – que se transformaram em produtos e estarão à venda na Mostra. Alguns deles estão à venda on-line, na loja virtual do projeto.

A história

Tudo começou em 2001, quando o fotógrafo Marcelo Ruschel alugou uma quadra de tênis abandonada no Bairro de Belém Novo, em Porto Alegre. Entre 2001 e 2004, contou com a ajuda da tenista Suzana Bertoni dos Santos – que vive nos Estados Unidos e mantém projeto semelhante em Los Angeles, California. Em 2003, o projeto conseguiu o apoio dos tenistas Thomaz Koch e Fernando Meligeni, que se tornaram Embaixadores do Wimbelemdon, divulgando e apoiando o projeto.Em 2005, o projeto foi incorporado a  uma OSCIP, a Sociedade Tênis Educação e Participação Social – STEPS – que é a instituição responsável por manter e desenvolver o projeto,com conselho formado por tenistas, empresários, médico, advogado e alguns voluntários, todos entusiastas do esporte.