Arquivo da categoria: *Vender com PagSeguro

Tudo relacionado a vendedores

Proteja-se do chargeback

A gente falou pouquíssimo aqui no Blog sobre chargeback. Isso porque uma das grandes vantagens do PagSeguro é evitar este processo, que pode acabar com negócios. De onde vem o chargeback? Um fraudador usa um cartão de crédito válido para comprar online. O vendedor despacha o produto, recebido por um segundo fraudador.

Quando o dono do cartão recebe a fatura, ele contesta a compra – e a operadora estorna a compra. Este primeiro estorno gera uma cascata: do Banco Emissor para o adquirente, para o banco do adquirente que cobra o valor do vendedor. Resultado: quem fica no prejuízo é o vendedor.

Se você não tem estrutura para uma análise cuidadosa do risco e aprovação de operações, o melhor a fazer é terceirizar. É isso que o PagSeguro oferece aos Vendedores e Empresas que utilizam o sistema – além, claro, de evitar a tremenda burocracia de contratar cada meio individualmente – segurança. Para garantir seus lucros, nunca é demais avisar, é importante seguir cada detalhe de nossa política de uso.

Aprenda sobre pagamentos e links patrocinados ao vivo na TEIA MG

37022074_6886df16fe_mEsta semana a TEIA-MG tem duas Atividades de Aprendizagem Livre muito interessantes para os empresários:
Dia 13 de maio, das 10h30 às 12h – Mecanismo de pagamento Online: Pagseguro

Dia 14 de maio, das 10h30 às 12h00 – Campanha de Links Patrocinados Google Adwords.

Todo mundo pode contribuir com perguntas para os participantes e votar nas mais interessantes (para participar, é preciso logar com uma conta Google).

Perguntas para o PagSeguro? http://moderator.appspot.com/#15/e=6a759&t=6da1e

Perguntas sobre o Google Adwords? http://moderator.appspot.com/#15/e=6a759&t=6c695

Só as perguntas bem votadas nos tópicos acima serão respondidas durante a transmissão.

Depois da transmissão ao vivo, o conteúdo estará disponível no site da TEIA-MG, e suas dicas e dúvidas poderão ser atendidas através do Grupo de Atividades de Aprendizagem.

Continue lendo

Se a propaganda é a alma do negócio, a Mídia Online é a alma do e-commerce

3338900345_f3b4b1b774

Como diz o ditado popular, a “propaganda é a alma do negócio”. Mesmo que você tenha acabado de entrar no mundo do e-commerce, com certeza já ouviu essa frase. E no mundo online, a coisa não funciona diferente.

É muito comum o vendedor criar sua loja online e esperar aumentar absurdamente suas vendas do dia para a noite, na esperança de abocanhar uma fatia de um mercado que deve movimentar algo em torno de R$ 10 bilhões em 2009. Mas abrir uma loja online sem divulgá-la corretamente é como abrir uma loja física em uma rua que vive às moscas.

Outra atitude comum é abrir a loja online e apenas incluir no planfleto ou no cartão da loja a URL do site. Não estamos dizendo que esta atitude não é certa, mas apenas deve ser uma parte da estratégia.

O fato é que não necessariamente o público de sua loja física será o público de sua loja online. É importante expandir seus horizontes e considerar que no mundo online você tem mais chances de atingir compradores que nunca passariam na frente da sua loja física. Não há mais barreiras para os seus negócios. Por isso, você deve criar uma estratégia anúncios de comunicação para o público que está online. E a rede está cheia de oportunidades para isso – só que o modelo de negociação é um pouco diferente do que você pode estar acostumado. As métricas são outras, mas os resultados serão muito melhores.

Alguns passos para sua estratégia de mídia online:

Campanha de Links Patrocinados – são campanhas em sites de busca que têm como base um conjunto de palavras-chave. O primeiro passo é levantar as palavras que estão relacionadas ao seu negócio. Você só paga quando alguém clicar em seu anúncio, o que se chama CPC (custo por clique). Se você não tem grandes orçamentos de publicidade, não utilize palavras muito genéricas, que exigem maior investimento e resultam em baixa conversão. Por exemplo, se sua loja é de artigos esportivos, vale a pena usar a palavra-chave “bola de futebol”. Mas se usar a palavra “bola”, poderá ter uma grande dispersão, pois “bola” pode significar muitas outras coisas.

Anúncios em outros sites – você pode anunciar em sites com conteúdo relacionado ao seu. Existem muitas formas de negociação para isso, incluindo parcerias, programas de afiliados e compras de mídia. Além disso, quanto mais sites divulgarem seu link, melhor o seu posicionamento nos sites de busca.

Comparadores de preços – muitos compradores utilizam sites de comparação de preços antes de realizar sua compra online. Estude como incluir seus produtos em alguns desses sites.

A rede está cheia de conteúdo ensinando e orientando a trabalhar com estas ferramentas de mídia. E claro, o UOL tem produtos que podem ajudar, e muito, a sua loja virtual a ser um sucesso. Vale a pena conhecer:

UOL Links

Shopping UOL

Toda Oferta

Boas vendas!

Imagem: Brave New World – Un mundo feliz, por ales-schlumpf, no Flickr, em CC

Melhore suas vendas com a ajuda de seus clientes

2388313423_4b0dd99ea1Até pouco tempo atrás, o único jeito de saber se o cliente estava satisfeito com o produto eram pesquisas. Método caro e demorado, que exige mão de obra qualificada e análises muito bem-feitas para funcionar.

Então, com a tal da onda 2.0, os clientes ganharam voz. O melhor caso para exemplificar o que as avaliações podem fazer por sua loja é a Amazon, gigante de vendas que só faz crescer. Você não precisa ser o gênio que inventou o comércio eletrônico como o conhecemos hoje para fazer o seu site lucrar mais. Ferramentas simples, gratuitas, incorporadas ao seu sistema podem dar ótimas noções do que acontece depois que o cliente fechou negócio.

Uma forma bastante simples é criar um formulário em que o cliente fala do produto ou o avalia. A mesma coisa vale para o atendimento. Além de ajudar a regular estoque e logística, a opinião do seu visitante serve como guia para o próximo cliente. Sim! O TodaOferta, por exemplo, mostra a avaliação dos compradores para mostrar aos visitantes o grau de confiança que o vendedor tem na comunidade. Se você usar sistemas de blog, há ainda a possibilidade de seu cliente publicar pequenas resenhas sobre o produto, contar a experiência e vocês estabelecerem uma relação lucrativa e benéfica para todos.

Imagem: Five Star Team Assemble, por Nebulant no Flickr em CC

Dia das Mães com PagSeguro

giftbox

O Dia das Mães está aí. No próximo domingo, filhos e filhas chegarão às casas de suas mães com pacotes de presentes para festejar a segunda data em que o comércio mais vende. Se você ainda não criou nenhuma promoção especial, corra! Segundo o e-bit, a previsão de faturamento para o comércio eletrônico neste período é de R$ 450 milhões, 20% de aumento em relação a 2008, quando o setor faturou R$ 380 milhões.

Nossas sugestões para você vender:

  1. Crie promoções com frete grátis e entrega rápida – afinal, dia 9 está logo ali. Cuide da logística para não deixar o seu cliente a ver navios.
  2. Se for difícil implantar a logística para o dia 9, ofereça descontos para compras à vista ou retiradas pessoalmente.
  3. Ofereça condições de parcelamento exclusivas para a data. Nossos banners estão à disposição.

Lembre-se de cuidar da sua página de checkout para conquistar o cliente. Informações corretas fazem o comprador ter certeza de que está no caminho certo para fazer a sua mãe feliz.

Imagem: Gift Box, por Saquan Stimpson/monstershaq200, no Flickr, CC

PagSeguro e Sebrae ensinam e-commerce em Curitiba

Ciclo MPEO ciclo de palestras para micro e pequenas empresas, promovido pela Camara-e.net e patrocinado pelo PagSeguro acontece no Brasil inteiro. A cada mês, a mesma programação circula em diversas cidades, com conteúdo muito interessante para os empresários que querem explorar melhor as oportunidades de negócios online. As palestras são divididas em blocos, na ordem lógica que deve ser seguida pelo empreendedor no universo digital.

Pela manhã acontecem palestras sobre infra-estrutura de comércio eletrônico, servidores, registro de domínio, loja virtual. À tarde há verdadeiras aulas sobre pagamentos online e risco. Depois do coffee-break o representante dos Correios explica a questão de embalagens e entrega em todo Brasil. A seguir vem o tema marketing online, com aulas de links patrocinados e anúncios em shoppings.

Em S. Paulo, houve mais de 400 participantes. Há espaço para perguntas e respostas após cada módulo, mas devido ao grande número de perguntas, boa parte forma respondidas por e-mail.

O ponto alto é risco em pagamentos online

O painel de risco e pagamentos online é o mais polêmico. Aqui em S. Paulo, após o evento, gerou várias rodinhas de discussão sobre temas como fraude, phishing (aqueles e-mails falsos que querem obter suas senhas), chargeback e outros. Segundo o empreendedor Alberto Grillo, diretor comercial da Mercobeauty que assistiu todas as palestras, foi o PagSeguro que resolveu o problema da loja virtual dele. Após tentar diversas soluções para ativar pagamentos online em sua loja, foi com o PagSeguro que teve tranquilidade.

“Além de não termos custo fixo, não temos trabalho para analisar os pagamentos, e podemos focar em nosso negócio”, explica Grillo, que vai estudar a migração de sua loja para o Magento, a “vedete” do open source.

A Programação:
9h às 9h30
Introdução: O que é Comércio Eletrônico?
Fluxo do e-commerce

9h30 às 12h00
Painel I: Infra-estrutura do e-commerce: hardware, software, acesso, certificado, registro de domínio, hospedagem e lojas virtuais.

12h às 13h30 Almoço (não incluso)

13h30 às 15h30
Painel II: Meios de pagamento: cartão de crédito, pagamento on-line, gestão de risco.
Logística: entrega dos produtos

15h30 às 18h00
Painel III: Webmarketing: links patrocinados, comparação de preços, cruzador de ofertas, shopping on-line e publicidade on-line.

18h00 às 18h30
Painel IV: Exportação e linhas de financiamento: Mercosul digital, Portal da exportação, financiamento e entrega internacional.

Em Curitiba, o Ciclo MPE.net acontece no Bourbon Curitiba Convention Hotel (Rua Cândido Lopes, 102 – Centro – CEP.: 80020-060 – Curitiba/PR). As inscrições, como sempre, são gratuitas.

Criminosos mais sofisticados – e quem usa PagSeguro a salvo

Há mais ladrões usando a Internet para fraudar lojas virtuais. Fique atento. A oferta cresceu tanto que o preço dos números de cartões de crédito clonados e roubados até caiu de US$ 0,50 para US$ 0,06 por cartão, segundo matéria no Valor Econômico. As organizações criminosas estão cada vez mais sofisticadas, e quem sofre é o lojista despreparado e desprevinido, que vai pagar a conta. O objetivo desses fraudadorers é justamente realizar compras na Internet, e dar o golpe em lojas virtuais.

Se você vende ou compra com PagSeguro, fique tranquilo. Você está livre desses golpistas, pois o PagSeguro terceiriza a analise de risco da transação, fazendo uma ampla análise do pagamento.