Arquivo da tag: comércio eletrônico

7 dicas para você comprar pela internet com segurança

São muitas as vantagens de comprar pela internet: você não pega filas, não paga estacionamento, compra onde e quando quiser, recebe em casa e o principal: encontra preços mais baixos.

Mas lojas mal intencionadas existem tanto na vida real como na digital. Para evitar dor de cabeça, confira as principais dicas para fazer suas compras em lojas virtuais com segurança e tranquilidade:

1. Utilize um serviço de comparação de preços

Pesquisar em lojas virtuais confiáveis é o primeiro passo para quem quer garantir preços baixos. Para isso, economize tempo com os serviços do Shopping UOL, que compara preços em diversos sites, além de divulgar opiniões e avaliações sobre as lojas virtuais.

2. É lei: todo e-commerce precisa divulgar endereço, CNPJ e telefone.

Desde maio de 2013, o Decreto Federal nº 7962/13 determina obrigações para todas as lojas virtuais brasileiras – entre elas, a divulgação em local visível do site informações como CNPJ, endereço físico e número do telefone. Ou seja: lojas que não seguem esse padrão não estão de acordo com a lei. Fique atento!

3. Preço baixo tem limite.

O ditado “quando o milagre é muito, o santo desconfia”  deve ser lembrado na hora das compras online. Desconfie imediatamente de preços MUITO abaixo da média: em 99% das vezes se tratam de fraudes, produtos falsificados ou de procedência ilegal, que não contam com garantia ou suporte do fabricante.

4. Se não informa prazo de entrega, não compre.

Os sites de e-commerce tem obrigação de informar o prazo de entrega de maneira clara. Se você tem informações confiáveis sobre os serviços da loja e não tem pressa, ok – às vezes um preço mais baixo justifica a espera. Caso contrário, busque um site que entregue dentro de uma média de prazo padrão de  3 e 5 dias úteis, mais o prazo de entrega varia de acordo com o tipo de site ou produto, confirme todas as informações de entrega antes de finalizar a compra.

5. Pergunte, pesquise e informe-se sobre a reputação da loja.

Preço baixo, prazo de entrega aceitável, mas ninguém nunca ouviu falar da loja? Estranho não? Nunca se esqueça de procurar informações sobre a loja com conhecidos ou na própria internet, em sites de pesquisa, redes sociais ou fóruns de discussão – mais vale perder de cinco a dez minutinhos em pesquisa do que dias tentando resolver um problema.

6. Utilize apenas computadores confiáveis para fazer suas compras

Faça suas compras de computadores pessoais. PCs de uso público – como de lan houses, faculdades, etc – podem não possuir proteção antivírus ou já estarem infectados e são capazes de copiar seus dados bancários e outras informações pessoais, então cuidado! Prefira sempre que possível e se disponível pelo site, comprar com o PagSeguro, pois seus dados ficam protegidos em ambiente seguro.

7. Informe-se antes de concluir o pedido

Opte por lojas que forneçam o máximo de canais para se comunicar com você: chat no site, redes sociais, e-mail, telefone e até whatsapp já são utilizados para o esclarecimento de dúvidas e o atendimento ao cliente. Use isso para esclarecer qualquer dado sobre a venda ou característica do produto que não esteja incluída no anúncio.

Dicas infalíveis para você arrasar na Black Friday

A Black Friday, como é conhecida a mega promoção das lojas na última sexta-feira de novembro nos EUA, ganhou sua versão brasileira em 2010 nos e-commerces. De lá para cá ela cresceu de maneira tímida nas lojas físicas, enquanto na web conquistou os consumidores virtuais: segundo dados da consultoria e-bit, a nossa “Sexta Negra” movimentou 770 milhões de reais em 2013 – um crescimento de 217% em relação ao ano anterior . Traduzindo os números: se você tem uma loja virtual, não pode ficar de fora dessa!

Mas como fazer?

1. Nada de “metade pelo dobro do preço”

Segundo uma pesquisa realizada pelo Mundo do Marketing em parceria com a Opinion Box, 95% dos consumidores afirmam que irão monitorar os preços dos itens que desejam comprar antes que a data se aproxime.

Se é para fazer, faça direito para não manchar o seu nome.

2. Fique atento aos servidores do seu site

O ideal é possuir uma equipe ou realizar uma consultoria de TI periodicamente para que os servidores da sua loja virtual sempre acompanhem a demanda de operações. Ter um site fora do ar ou com problemas na hora das transações pode afastar qualquer cliente – talvez para sempre.

 3. Atenda seus clientes o mais rápido possível – sempre.

Contar com um atendimento rápido ao cliente caso ele tenha alguma dúvida ou dificuldade para finalizar a compra é essencial para que uma loja se destaque das demais e tenha sucesso nas vendas. Uma boa dica é ter um chat, e-mail e/ou whatsapp – ou qualquer outro canal confiável para que o comprador entre em contato com você.

4.Chegou a hora de limpar o estoque.

Aproveite para ofertar os produtos que serão substituídos por novidades e/ou novas coleções  – este é o real propósito deste megaevento. Faça as contas, e veja também se é possível diminuir o lucro em algumas mercadorias para ganhar com a quantidade de vendas – sem que isso deixe as contas no vermelho, claro.

5. Propaganda é a alma do negócio – e o segredo da Black Friday.

E se há um momento ideal para investir na divulgação do seu site, ele chegou: diversas lojas também irão fazer o mesmo, e as suas ofertas precisam aparecer para o público caso você queira obter sucesso. Além disso, potencialize suas vendas com um diferencial: oferecer frete grátis, por exemplo, é algo valorizado por 71% dos consumidores; garantir o tempo de entrega também é um diferencial, já que diversas lojas costumam atrasar as entregas dessa data em muitos dias.

6. Para produtos que não tem como dar desconto

Se ficar difícil para você dar um desconto grande, monte kits com conjuntos de produtos e dê um desconto maior – você ainda poder oferecer frete grátis ou parcelamentos maiores.

7.Seja transparente tanto nas ofertas quanto nas negociações

Transmitir o máximo de confiança aos seus clientes potencializa suas vendas – lembre-se que um eventual problema nesse dia pode gerar uma má reputação para sua loja.

 

Quero vender na internet. Como faço?

post blog 13-05Computadores, notebooks, tablets ou smartphones. Independente do dispositivo, dê uma olhada em sua volta e veja quantas pessoas estão conectadas à internet. O Ibope aponta que mais de 100 milhões de brasileiros já são usuários da rede.

Sem medo de errar, você pode apostar que quase metade dessas pessoas fez ao menos uma compra virtual. A última pesquisa da consultoria e-bit mostra que 51,3 milhões de brasileiros fizeram compras online em 2013, o que significa um aumento de 20% de e-consumidores em relação ao ano anterior.

Se comprar pela internet é fácil, vender por ela também pode ser. Você só precisa das ferramentas certas.

Confira o passo a passo que preparamos para quem quer entrar no comércio eletrônico, mas não sabe nem por onde começar:

Saiba o que você vai vender

O primeiro passo é o planejamento. Que tipo de produtos que você vai oferecer? Se eles forem de fabricação própria, você precisa ter espaço físico para guardar o seu estoque.

Caso queira revender, é necessário preparar uma lista de possíveis fornecedores com as características de cada um (preços, prazos, localidade).

Você também precisa saber quanto cobrar. E, para isso, a melhor estratégia é conhecer bem a concorrência, tanto no mundo físico quanto no virtual.

Entenda o seu público alvo

Avalie também qual será seu público-alvo e quem serão seus possíveis concorrentes. Vai vender somente para quem está perto de você, na sua cidade, ou vai vender para outros estados e países?

O custo da entrega com frete precisa estar nos seus planos. Saiba também como chegar aos seus possíveis clientes. As redes sociais são uma boa estratégia para atingi-los.

Planejamento financeiro

Não se esqueça de fazer um planejamento financeiro, projetando os seus gastos e receitas. O quanto você vai gastar com a manutenção do site, toda a parte de tecnologia, a compra de matéria-prima ou de produtos para revender, marketing, etc.

Prepare o seu estoque

Você precisa, ainda, esquematizar como irá administrar o estoque de sua loja.  Vai produzir uma quantidade inicial e guardar? Ou a produção irá acontecer sob encomenda? Tente descobrir como funcionará melhor para o seu tipo de negócio.

Pense nas entregas

Certo, já está tudo pronto para começar as vendas. Opa! Mas ainda tem um detalhe: já pensou em como você irá entregar os pedidos realizados?

Você tem duas opções principais: Correios ou transportadora. O serviço da estatal é aconselhável para o pequeno e médio empreendedor, que vende poucas quantidades. O órgão oferece, inclusive, um serviço exclusivo para varejistas virtuais. Informe-se sobre os valores, que são diferentes de acordo com o destino, e veja quais regiões você será capaz de atender. Isso também deve estar claro para os seus clientes.

E, atenção, o PagSeguro tem uma parceria com os Correios que vai aliviar seu bolso e o do seu cliente. Usando o Envio Fácil, o frete sai até 70% mais barato que o valor do Sedex tradicional.

Tenha um sistema para vender

Agora vamos à parte prática: onde você vai colocar seus produtos para vender e como vai receber por eles?

O PagSeguro oferece vários caminhos possíveis. O modelo mais simples é a solicitação de pagamento por e-mail.

Vamos supor que você tenha um blog ou um perfil nas redes sociais. Você pode publicar uma foto do seu produto e, se o cliente se interessar em comprá-lo, você envia uma solicitação de pagamento diretamente para o e-mail dele.

Outra alternativa é a venda direta pelo próprio site. Basta instalar o botão de pagamento do PagSeguro em sua página. Além de vender produtos, você pode oferecer serviços por assinatura e receber doações.

Quem busca uma solução mais profissional tem ainda a possibilidade de montar uma loja virtual. Para isso, você vai precisar de um sistema que permita cadastrar produtos e automatizar o recebimento de pedidos.

A Loja Virtual sem mensalidade do UOL Host permite que você faça isso sem custos. Ela já vem pronta, você apenas precisa cadastrar até 15 produtos gratuitamente e já conta com todas as facilidades de pagamento do PagSeguro.

Você pode ainda cadastrar os seus produtos gratuitamente no TodaOferta, o marketplace do UOL.

Transforme as fotos caseiras em fotos profissionais!

IMAGEM BLOGHoje em dia, ninguém precisa ter um estúdio profissional para tirar boas fotos dos produtos que vende e colocar em sua loja virtual.

Não se preocupe em adquirir uma câmera super potente: com seu smartphone ou mesmo com modelos de câmeras digitais mais simples você consegue uma foto de qualidade boa o suficiente para publicar na internet. É só seguir nossas dicas abaixo:

– Fundo neutro

A atenção do cliente vai se desviar do produto caso ele não esteja ambientado num fundo neutro, de preferência branco. E nada pior do que detalhes da sua casa, como aquela parede com a pintura meio descascada, aparecendo ao fundo.

Resolver isso é muito fácil: caso os produtos sejam pequenos, como maquiagem ou artesanato, um pedaço grande de cartolina branca vira um fundo infinito caseiro. E para produtos maiores, um lençol branco quebra esse galho.

– Manequins

Para quem vende roupas, vale a pena investir em manequins, para que o cliente possa ver com clareza o caimento e os detalhes do produto.

Você pode encontrar manequins em lojas especializadas em artigos para costura e comércio, e também na internet.

– Iluminação

Quando não se tem um estúdio de fotografia profissional disponível, a luz do sol é sempre a melhor opção para iluminar o ambiente e deixar as cores dos produtos fiéis na tela do computador. Abra a janela!

– Apoie a câmera

Para as fotos não saírem tremidas e seguirem um padrão de posicionamento, um tripé pode ser improvisado com objetos que você tem em casa, como livros.

Mas hoje em dia, até mesmo tripés já são encontrados com facilidade em lojas especializadas e não custam muito caro.

– Foco nos detalhes

Não deixe passar nenhum detalhe do seu produto nas fotos, para depois seus clientes não alegarem que compraram gato por lebre.

Mostre de perto estampas, texturas, rótulos e etiquetas.

Confira as opções de telas de pagamentos do PagSeguro

BLOG CHECKOUTNo processo de compra, todos os detalhes são importantes até o ultimo passo onde o cliente finaliza a compra.  Além de ter um site bem estruturado, uma boa disposição, variedade, fotos e informação de produtos, é muito importante ter um checkout eficiente para que o cliente consiga concluir a compra com a garantia de que suas informações vão estar protegidas.

Confira as opções de telas de pagamentos disponíveis que o PagSeguro tem para o seu negócio e ofereça mais comodidade e segurança para seus clientes!

Padrão:  É a maneira mais rápida e eficiente de vender em seu site, pode ser instalado em poucos minutos e não precisa de programação avançada, na hora de concluir a compra o cliente é direcionado ao ambiente do PagSeguro.

 Lightbox: O pagamento é feito em seu site, através de uma janela que se abrirá na tela dentro do seu site, ao realizar o pagamento, uma confirmação é enviada para o cliente.

Transparente: O pagamento é realizado dentro do seu site, sem que o cliente seja direcionado para outra tela ou janela, o pagamento é realizado dentro do próprio site. Quando concluído ele recebe uma confirmação.

Agora é só escolher o modelo ideal para o seu site, conheça mais:

https://pagseguro.uol.com.br/receba-pagamentos.jhtml#checkout-default

Programe-se para o Dia das Mães

Dia das MãesNo dia 11 de maio, comemora-se o Dia das Mães, a segunda ocasião que mais movimenta o comércio, atrás apenas do Natal. No ano passado, só o e-commerce faturou R$ 1 bilhão com a data, e a expectativa para este ano é aumentar o número.

De acordo com a pesquisa feita pela CNC, estes são os presentes mais desejados pelas mães brasileiras:

1º – Vestuário, calçados e acessórios

2º – Eletrodomésticos

3º – Telefone celular

Perfumes e cosméticos, itens de informática, aparelhos de TV e flores também aparecem na lista.

O gasto médio do consumidor nesta data é de R$ 80,00. A maior parte dos filhos diz não estar disposta a fazer um empréstimo bancário para comprar um presente para a mãe, e prefere o pagamento à vista do que o cartão de crédito.

Os brasileiros, em geral, começam a comprar os presentes para suas mães a partir da última semana de abril. É uma ótima oportunidade para aumentar e engajar sua base de clientes, numa ocasião onde o e-mail marketing é uma boa pedida para comunicar as ofertas preparadas para a data e sugestões de presentes.

Agora que você já tem esses dados, prepare seu estoque e cuide para que todos os produtos sejam entregues até a data.

Boas vendas!

 

Guia rápido para se tornar um vendedor de sucesso

shutterstock_114368245

Não, você não leu errado. O principal que você precisa saber para impulsionar suas vendas e fazer seu negócio deslanchar de vez é muito simples. Por isso, nós do PagSeguro reunimos as principais dicas para dar aquela ajuda a quem está começando a vender com a gente.

Para começar, confira a história inspiradora do Murilo, que com sua loja de cosméticos Belait hoje vende maquiagem para o Brasil inteiro:

Viu como é possível vender pela internet? Então vamos ao que interessa!

 

Passo 1 – Esteja sempre preparado

Preparar-se as principais datas do comércio, como Black Friday, Natal e Dia das Crianças é muito importante, pois as vendas são maiores. Pesquise e busque entender em quais ocasiões o tipo de produto que você vende é mais procurado pelos consumidores.

Com isso em mente, tenha seu estoque sempre abastecido, principalmente nestas datas. Nada mais frustrante para um cliente do que ver que o produto que ele tanto quer “tem, mas está em falta”. Como você vai garantir este estoque? Tendo uma boa comunicação com seus fornecedores, é claro. Mas cuidado com os exageros e se sobrarem muitos produtos, megaliquidações são o momento certo para acabar com eles.

Além disso, de nada adianta toda a praticidade de comprar pela Internet se o produto não chegar a tempo na casa do consumidor. Em algumas situações, não dá para contar apenas com os prazos dos Correios e das transportadoras, por isso tenha sempre uma carta na manga, como o telefone de uma empresa de moto-entregas por exemplo.

 

Passo 2 – Ofereça uma boa experiência de compra

Os motivos que levam alguém a fazer uma compra pela Internet e não numa loja física são diversos. A praticidade de não precisar sair da frente do computador, não ter que enfrentar filas e ainda receber a compra na porta de casa são os principais deles. Por isso, sua loja virtual precisa realmente oferecer uma vantagem sobre o tradicional passeio no shopping.

Nossa dica é: ofereça em seu site uma navegação fácil de entender, que leve para o pagamento sem complicações e transmita segurança. Para saber como colocar o PagSeguro em seu site, clique aqui.

Um bom atendimento também é muito bom para garantir a satisfação e fidelizar clientes. Se o seu negócio for pequeno, disponibilize um campo para entrar em contato por e-mail e responda sempre que puder. E se for o caso, invista numa equipe para se dedicar a essa função.

 

Passo 3 –  Divulgue seus produtos

Agora que sua loja está preparada para vender e oferecer o melhor aos clientes, chegou a hora de mostrar ao mundo que você está aí e que seus produtos são incríveis. Apostar em promoções é uma ótima maneira de chamar a atenção dos consumidores que percorrem a Internet em busca de boas ofertas.

A publicidade online é muito mais simples e acessível do que a off-line. O PagSeguro oferece a todos os seus clientes a possibilidade de anunciar gratuitamente para 25 milhões de pessoas no site de compras e vendas do UOL, o TodaOferta. Achou interessante? Saiba mais!

Perspectivas para o e-commerce em 2014

E-commerce

Um novo ano começa, e agora é o momento ideal para quem possui (ou pretende iniciar) um negócio ligado ao comércio virtual analisar quais foram as melhores práticas e estratégias em 2014, além de ficar por dentro das tendências apontadas por especialistas como aquelas que vão trazer crescimento e lucro para o segmento.

Confira quais são as principais dicas do PagSeguro para o e-commerce em 2014:

Novos mercados
Existem muitos nichos ainda inexplorados, como o comércio voltado para crianças que sabem escolher o que querem, apaixonados por artigos retrô e produtos de beleza para homens. Quem investir neles vai sair na frente.

Facilite o pagamento
O receio de fornecer dados e até mesmo dificuldade em efetuar o pagamento continuam sendo um fator que afasta o consumidor do e-commerce. Com PagSeguro na sua loja, ele pode escolher entre mais de 23 maneiras de pagar com segurança.

Curtindo e compartilhando
As redes sociais continuam sendo uma ótima vitrine para sua loja virtual. Com a possibilidade de interação do usuário, é possível tirar dúvidas sobre os produtos e serviços. O social commerce, no qual o cliente compra diretamente pela rede social, também está ganhando seu espaço.

Foco no mobile
Considerando que grande parte dos internautas brasileiros usam seus celulares para acessar a rede, investir num site pensado também para estes usuários faz todo sentido. Assim, o consumidor pode – mais do que nunca – comprar a qualquer hora e lugar.

Troca com desconto
Cliente que trouxer seu produto antigo/usado ganha desconto na hora de adquirir um novo. Essa prática é tendência em grandes lojas dos Estados Unidos, e além de atrair o público consumidor, ainda é sustentável.

Black Friday
Em 2013, a sexta-feira dos megadescontos tomou proporções nunca antes vistas. A previsão é que neste ano, ainda mais lojas (virtuais e físicas) participem do evento. Por isso, o ideal é já incluir a data no planejamento do ano.

Entrega barata e eficiente
Quando alguém compra algo pela internet, fica na expectativa de receber seu produto o quanto antes. Com o Envio Fácil do PagSeguro, você pode oferecer frete barato por Sedex (que entrega rapidamente) para todo o Brasil.