Arquivo da tag: redes sociais

Pensando a comunicação do seu e-commerce

Um detalhe muito importante mas sempre colocado em segundo plano é a preocupação com a comunicação da sua empresa.

Assim o primeiro passo é ter o apoio profissional para criar a identidade visual do seu negócio, com cores e símbolos que vão identificar seu negócio de forma única. Isso vai ajudar seus clientes a associarem rapidamente seu negócio.

Com a identidade visual você receberá um manual de uso de sua marca e pode já providenciar a padronização com o uso da identidade no seu site, assinaturas de e-mail e peças de e-mail marketing.

E nunca é demais lembrar que é importante que você tome cuidado com a descrição dos produtos e mensagem que manda aos clientes, que não podem ter erros ortográficos e gramaticais. Pode parecer um pequeno detalhe, mas vai fazer uma grande diferença na comunicação da sua empresa.

E não esqueça de usar os banners do PagSeguro na comunicação da sua empresa, assim todos os clientes vão perceber que sua empresa se preocupa com segurança das transações on-line.
Photo Credit: PŬRE ~ via Compfight cc

Impulsione suas vendas no Instagram!

Antes de mais nada, é importante que você entenda como funciona a rede. E para isso, não adianta ir atrás de explicações na internet ou do sobrinho: você deve ser um usuário dela. Comece a usá-la, siga outras pessoas ou perfis de seu interesse (lembre-se de que a rede não possui apenas pessoas físicas), tire fotos, experimente todos os dias – somente assim você vai ter referências e se adequar a linguagem do canal.

1. Invista nas fotos
O ideal é que os produtos estejam ambientados de acordo com seu uso, ou com temas que tenham a ver com ele – Mas não se esqueça que eles devem ser o ponto principal da foto, ou seja, nenhum elemento da foto deve chamar mais atenção do que seu item.

Fotos limpas e de qualidade garantem maior atratividade: caso seja possível, utilize uma câmera profissional.

Garanta ainda mais likes e visualizações nas fotos com uma pós-produção: mesmo um leve tratamento de imagem já garante maior atenção de quem está olhando. E se você não está por dentro das ferramentas, invista seu tempo nisso: há diversos tutoriais de edição básica de Photoshop no YouTube e em outros sites especializados.

2. Menos filtros, mais técnicas
O enquadramento deve valorizar o produto, mostrando o máximo possível dele e suas partes mais atraentes e importantes. E fique atento às técnicas básicas de fotografia de produto: fotos de cima para baixo fazem o item parecer menor do que ele é, já de baixo para cima fazem ele parecer maior.

3. Instagram também tem texto
A foto em si já explicará muito sobre o produto, mas garanta outras informações importantes como tamanho, cor, marca, etc. E no caso de produtos seminovos, seja bem claro na descrição do estado do produto: reclamações posteriores sobre a compra nos seus posts, podem acabar com a reputação da sua loja.

Também é bom não esquecer a hashtag: esse é um item muito importante para aumentar a divulgação dos seus produtos. Utilize #shop e mais 4 ou 5 “#” que tenham a ver com o seu produto.

4. Conecte seu perfil com o Facebook
Caso a sua loja tenha um perfil no Facebook, compartilhe as suas fotos lá, aproveitando para divulgar o seu perfil do Instagram e otimizando ao máximo o alcance e a visualização do seu negócio.

5. Gere o “bafafá”
Faça os seus compradores divulgarem os seus produtos, oferecendo descontos ou uma promoção para caso ele poste uma foto marcando a sua loja.

6. Por último – e o mais importante!
Não esqueça também de divulgar as formas de pagamento e as facilidades que os seus clientes terão para comprar: a melhor pedida é a solicitação de pagamentos por e-mail do PagSeguro, que oferece mais de 30 meios de pagamento, incluindo cartão de crédito em até 18x (para você receber à vista), débito online, boleto e depósito em conta. Tudo para você solicitar o valor da compra em um clique e receber num piscar de flash!

 Fontes:

http://www.comovenderpelainternet.net.br/2014/09/como-vender-pela-internet-com-o-instagram.html

http://exame.abril.com.br/pme/noticias/como-usar-o-instagram-para-promover-seu-negocio#1

http://blog.wishpond.com.br/post/63460508117/52-dicas-como-se-promover-no-instagram

Use o LinkedIn para alavancar seu negócio

impulso digital

Antes de qualquer coisa, você sabe o que é LinkedIn? É uma rede social, mas diferente de Facebook, Twitter e Instagram, ela é 100% voltada para negócios. Empresas e profissionais a utilizam para divulgar suas marcas, produtos e serviços. Os usuários criam uma lista de contatos detalhada, as chamadas conexões, e desta maneira, podem trabalhar e melhorar o relacionamento com outros profissionais e empresas.

Por causa de suas características, o LinkedIn pode ser utilizado para muitos fins. Empregadores buscam candidatos para suas vagas, profissionais procuram empregos e empresas fomentam novos negócios, parcerias e projetos. Mas, como esta rede social pode ajudar a sua loja? Ela permite que você crie uma Company Page, a página da sua empresa. Nela, você pode contar a sua história, interagir com seguidores, compartilhar experiências, acompanhar outras empresas relevantes, ficar atualizado com as novidades do setor e, principalmente, promover o seu negócio de um jeito diferente.

O Marketing Digital é importantíssimo para empresas de qualquer porte e você pode se beneficiar com isso. Em vez de apenas promover seus produtos no Facebook, por exemplo, crie uma Showcase Page no LinkedIn. É uma página que tem como principal objetivo a construção de relacionamentos duradouros com clientes e outras empresas. Mas o interessante é que os usuários da rede social em questão estão em busca de algo diferente das campanhas publicitárias e anúncios de produtos. Eles querem que você fale sobre a sua marca, suas iniciativas e ações, quais são as suas unidades comerciais, etc. No LinkedIn, você tem a chance de atingir um público diferente do das outras redes sociais.

Para utilizar o LinkedIn com maior precisão, o PagSeguro tem algumas dicas para você. A primeira é detalhar ao máximo seu perfil. Quanto mais completo ele é, maior a chance dele se tornar visível para pessoas e empresas relevantes. Outro ponto importante é a criação de conexões com outros profissionais. Escolha com carinho quem vai fazer parte da sua lista de contatos, eles podem ser muito relevantes e importantes para a sua empresa. Mais uma dica: mantenha sua Company Page atualizada. Publique artigos, notícias da sua empresa e vídeos, mas cuidado com o excesso de conteúdo. O LinkedIn sempre fica de olho em quem publica demais. Por último, acompanhe os dados analíticos da sua página. Todos os administradores tem acesso a eles, com estatísticas detalhadas sobre suas publicações. É uma ótima oportunidade de entender seu público e criar um planejamento cada vez mais eficiente.

O LinkedIn, quando bem utilizado, traz grandes oportunidades para o seu negócio. Agora que você já sabe pra que ele serve e como aproveitá-lo ao máximo, que tal criar a sua Company Page e experimentar a rede social? Pode valer muito a pena! https://br.linkedin.com/

Fonte:
http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/Fa%C3%A7a-parte-do-LinkedIn-e-melhore-a-presen%C3%A7a-online-do-seu-neg%C3%B3cio

4 dicas para alavancar suas vendas em 2015


Nunca existiu um período melhor para ter uma loja virtual no Brasil. O e-commerce cresce aceleradamente, o mobile commerce ganha força e, cada vez mais, os consumidores se sentem seguros ao comprar pela internet.

Com a estratégia certa para o seu negócio, você pode tirar um grande proveito do crescimento do comércio eletrônico, aumentar suas vendas e fazer de 2015 um excelente ano. Para isso, o PagSeguro te dá 4 dicas importantes:

1 – Aproveite as redes sociais
As redes sociais têm desempenhado um papel fundamental nas vendas online, influenciando muito na descoberta de produtos e decisões de compra. Facebook e Twitter, por exemplo, estão investindo bastante na área, criam novas ferramentas e vêm ganhando importância como canais para as lojas virtuais.

2 – Mapeie as datas comemorativas mais importantes
Donos de e-commerces aguardam ansiosamente por datas comemorativas, e com razão, já que as vendas aumentam muito nessas oportunidades. Mas algumas delas podem ou não ser relevantes para o seu tipo de negócio. Por isso, faça um mapeamento das datas que te interessam e se prepare com antecedência para elas.

3 – Black Friday 2015: garantia de boas vendas
A Black Friday de 2014 foi um enorme sucesso e quem se preparou para ela, não se arrependeu. As projeções para esse ano são mais animadoras ainda. Portanto, esteja pronto: ofereça descontos e promoções, promova sua loja e prepare sua estrutura para atender a um grande número de compradores.

4 – Fique de olho no Mobile Commerce
Cerca de 10% dos consumidores brasileiros usaram dispositivos móveis para comprar em 2014. Esse tipo de plataforma vem crescendo bastante, criando uma bela oportunidade para aumentar sua receita. Portanto, investir em formatos para smartphones e tablets pode ser uma excelente ideia para o seu negócio.

A participação das redes sociais no mercado de imóveis online

Não é de hoje que o mercado imobiliário está em alta no Brasil. Porém, em 2014, rumores sobre uma bolha esfriaram as expectativas dos investidores. Neste ano, os imóveis comercializados entre janeiro e abril apresentaram um crescimento inferior ao da inflação.

Para aumentar o fluxo de vendas, muitos empreendedores estão investindo no comércio virtual de casas e apartamentos. Afinal, de acordo com o IBGE, a busca desse tipo de produto pela internet já supera os tradicionais classificados desde 2010. Porém, este mercado se comporta de uma maneira bem diferente de outros do mundo virtual. Afinal, a compra de um imóvel envolve um longo processo de decisão e muita pesquisa.

Neste caso, as redes sociais são responsáveis por atrair potenciais compradores com divulgação de empreendimentos e dicas relevantes. Outra grande vantagem é a possibilidade de direcionar as oportunidades por região, impactando apenas o público que interessa.

A prova da eficiência desse tipo de ferramenta é comprovada por pesquisas realizadas por grandes incorporadoras. Segundo os dados obtidos, cerca de 55% do público entre 35 e 49 anos usa redes sociais para buscar imóveis. Quando falamos de pessoas entre 18 e 34 anos, este número sobe para 72%. Para os próximos anos, a expectativa é que este tipo de negócio aumente cada vez mais sua participação nas vendas de imóveis. 

Monitoramento de redes sociais e o sucesso do seu e-commerce

Foto por koalazymonkey

Ao planejar as suas ações para o ano que vem você já pensou na hipótese de ter um programa para monitorar o que andam falando sobre a sua marca nas redes sociais?

Nestas ferramentas, normalmente alugadas por mês, você cadastra uma ou mais palavras-chaves (inclusive concorrentes) e o programa mostra para você todas as referências do que foi mencionado sobre o termo buscado.

Continue lendo

Metade dos consumidores dos EUA usam redes sociais como SAC

Em uma pesquisa realizada pela norte-americana NM Incite descobriu-se que quase a metade das pessoas que usam mídias sociais nos EUA usam os canais sociais como atendimento ao cliente. O estudo foi realizado no mês de outubro de 2012.

Isso vai de encontro a outro estudo realizado pela empresa Social Media Today em parceira com a SAP, que revelou que 71% das empresas norte-americanas pretendem utilizar as mídias sociais para o atendimento ao cliente, e 87,5% perceberam algo de positivo ao fazer isso.

Apesar dessa tendência, nem todos os consumidores estão aprovando este tipo de SAC. Apenas 36% dos entrevistados afirmam que as respostas foram rápidas e eficazes. Outros relatam que o atendimento foi rápido, mas ineficaz (14%), eficaz, mas muito lento (8%), ou negativo em ambos os aspectos (10%). Quase dois terços das empresas que usam as redes sociais como atendimento ao cliente levam quatro horas ou menos para responder uma reclamação do cliente nas redes sociais. O restante demora até 24 horas para responder.

Esses números mostram o poder das redes sociais. Os clientes usam para reclamações e dúvidas, e quanto melhor for o atendimento e atenção dado ao cliente nesta mídia, melhor para o seu negócio.

 

Fonte: Ecommerce News
Imagem: TheImageGroup

Pequenas empresas perdem oportunidades para conquistar clientes

As pequenas empresas estão dependendo, principalmente, dos tradicionais canais de comunicação de mercado para atingir clientes e prospects, não controlando resultados e perdendo oportunidades de incorporar uma comunicação multi-canal para aumentar as taxas de resposta e conseguir novos clientes. Essas são as conclusões do estudo Small Business Marketing Survey realizado recentemente pela Pitney Bowes Inc. (NYSE: PBI).

A pesquisa com mais de 750 clientes de pequeno porte da Pitney Bowes foi realizada com o objetivo de descobrir mais sobre os canais de comunicação preferidos dos clientes, quais são as ferramentas de marketing utilizadas por pequenas empresas e para levantar se estas ferramentas são realmente usadas.

“Um número surpreendente de empresas não estão monitorando os resultados das comunicações que enviam para os clientes e prospects, particularmente por meio de mala direta e e-mail”, disse Ronaldo Oliveira, diretor da Pitney Bowes Software Brasil. “Esta é uma grande oportunidade perdida pelas empresas que poderiam ajudar no seu crescimento usando qualquer uma, de uma série de ferramentas acessíveis e fáceis de utilizar para entregar e medir seus programas de marketing.” Continue lendo