Arquivo da tag: Segurança

Dicas de Segurança


Nós do PagSeguro estamos cada dia mais comprometidos com a segurança das suas transações. Visando isso, segue abaixo algumas dicas de segurança sobre como identificar um e-mail falso. Fique Atento!

Como identificar um e-mail falso:

  • Não realizamos o envio de e-mails sem autorização do cliente ou interessado.
  • Não solicitamos, em nossos e-mails, o envio de dados pessoais tais como: número de cartão de crédito, débito ou qualquer informação bancária.
  • Não enviamos e-mails com anexos e não solicitamos a instalação de nenhum programa ou atualização de segurança para nossos clientes.

Caso você tenha recebido algum e-mail falso ou que tenha dúvida a respeito de sua autoria ou legitimidade entre em contato conosco. A nossa Central de Atendimento funciona 24 horas, 7 dias por semana, pelos  telefones:
4003-9604 nas capitais e regiões metropolitanas
0800-728-2164 nas demais localidades, exceto celular.

Desativação de rede de spam é sucesso para todos

No Spam

Na semana passada, uma ação que reuniu vários provedores e gerenciadores de domínios internacionais conseguiu desligar os últimos servidores de comando e controle do Grum, grupo responsável pelo envio de aproximadamente 20% de todo o volume de spam que circula pela web em todo o planeta. O fato está sendo comemorado por empresas que atuam no setor de e-mail marketing em todo o mundo e que seguem as regras de uso correto desta ferramenta para ações promocionais.

Para o CEO da All In, Victor Popper, a queda dessa rede de spams significa uma grande vitória de todos os profissionais de e-mail marketing. “A prática de spam prejudica o trabalho de empresas sérias, que usam corretamente este canal de relacionamento direto com seus clientes. O e-mail é a maior fonte de acessos a sites de e-commerce, por exemplo, sendo assim, responsável por grande parte do faturamento delas”, diz

A ação que colocou fim às atividades do Grum foi coordenada pela FireEye, empresa especializada em segurança digital. Ela contou com a ajuda da Spamhaus, organização sem fins lucrativos que se dedica a rastrear spammers, com o CERT-GIB , empresa de segurança russa do Group-IB, e de um pesquisador independente.

O Grum era o terceiro maior botnet de spam em termos de número de endereços únicos de IP associados, sendo responsável pela disseminação de aproximadamente 18 bilhões de mensagens indesejáveis por dia. A Spamhaus, como uma das principais blacklisits, chegava a receber cerca de 500 mil denúncias de mensagens provenientes dos IPs da Grum por semana. O conteúdo de grande parte dos emails enviados era relacionado à promoção de medicamentos controlados, que na maioria das vezes eram falsos.

Via: E-commerce News. Crédito da imagem: Thomas Hawk via Compfight.

Outra dica muito importante é oferecer uma forma segura e confiável para os seus clientes. Cadastre-se agora mesmo no PagSeguro:

Proteção de dados garante eficiência às empresas

As informações digitais corporativas custam 1,1 trilhão de dólares para as empresas em todo o mundo, indica relatório da Symantec. A Pesquisa 2012 sobre Custo e Gestão da Informação mostra também que os dados armazenados são vitais para garantir competitividade e eficiência. Na América Latina, os 500 entrevistados em 12 países afirmam que informações digitais são 50% do valor total de mercado da companhia. A média mundial foi de 49%. Ao todo, foram ouvidas 4.506 empresas em 36 países.

De acordo com o levantamento, o aumento da quantidade de dados tem desafiado as companhias e, como consequência, ampliado o investimento no gerenciamento da informação. O volume total de informações armazenadas atualmente por todas as empresas é de 2,2 zettabytes. Para se ter uma ideia, em média, no mundo, empresas de grande porte gastam 38 milhões de dólares com suas informações anualmente, enquanto as PMEs gastam 332 mil dólares. O custo anual por funcionário nas PMEs é de 3.670 de dólares, contra 3.297 de dólares nas grandes empresas.

A vasta quantidade de informações que as organizações produzem atualmente pode ajudá-las a atender melhor seus clientes e aumentar a produtividade. No entanto, esses mesmos dados também podem se tornar um problema se não forem protegidos adequadamente.

E as empresas entendem o impacto da perda de informações. Na América Latina, para 55% dos entrevistados, em casos como esse haveria perda de clientes, danos à reputação, apontado por 50%, redução de receita (41%) e aumento de despesas (39%).

Em 2011, 69% das empresas globais sofreram algum tipo de perda de informações por motivos variados enquanto na América Latina esse número chega a 80%. Os acidentes são atribuídos ao erro humano, falha de hardware, violação de segurança ou extravio e roubo de dispositivos.

Para evitar o roubo de informações, a Symantec aconselha, entre outras medidas, que as organizações foquem, por exemplo, na proteção das informações; separem dados inúteis de informações de negócios valiosas, protegendo-as adequadamente; e definam políticas para que as informações possam ser aplicadas de forma consistente onde quer que estejam localizadas.

Se você já garantiu a segurança dos pagamentos com o PagSeguro, aproveite para implantar uma boa política de proteção de dados também. Bons negócios

Via: ComputerWorld. Crédito da imagem: Catalina Olavarria via Compfight

E já que tocamos no assunto segurança, não deixe de oferecer a forma mais segura e confiável em pagamento eletrônico aos seus clientes, o PagSeguro. Cadastre-se agora mesmo:

PMEs na mira dos ciberataques

How do you detect unmanaged changes to critical systems?
Photo Credit: NetIQ via Compfight

A internet expandiu as fronteiras do mundo empresarial. Com a sua chegada, surgiram novos modelos de negócio, outros nichos e uma nova forma de gestão. Ao mesmo tempo, surgiram as questões de segurança. Nas grandes corporações, o investimento nesta área já faz parte da rotina.

Enquanto isso, nas PMEs, há um enorme risco de ataques por conta da falta de investimentos na segurança dos dados. Segundo a pesquisa da Data Breach Investigations, feita pela Verizon e órgãos de segurança, os ataques aos grandes está cada vez mais caro e difícil. Resultado prático? Eles miram os pequenos e médios que oferecem menos riscos e baixa proteção.

O alerta, em geral, só dispara quando acontece algum incidente… A grande questão, claro é o investimento necessário. Não só em softwares (antivírus e firewall são fundamentais para garantir a segurança de máquinas e informações), mas também em treinamento. É fundamental que os funcionários e colaboradores saibam o que pode ser feito – porque, afinal, em caso de contaminação eles são os responsáveis pelo vazamento de dados.

Para evitar problemas, há algumas dicas importantes:

  • instale antivírus e firewall na rede e mantenha-os atualizados
  • mantenha os sistemas operacionais e navegadores sempre atualizados.
  • crie uma política de uso de internet para os funcionários, com base nas indicações de segurança. Da mesma forma, deixe claras as políticas de privacidade e vazamento de informações, para que você possa se defender em caso de incidentes.
  • Mantenha-se informado: as principais ameaças estão sempre em destaque nos sites especializados. Informação e bom uso são as melhores armas para evitar os golpes mais comuns dos crackers.
  • Usar o PagSeguro como sistema de pagamento garante a segurança dos dados de seus clientes. Mas é necessário instalar servidores seguros e criptografia (e mantê-los atualizados), para completar o ciclo.

Via: RiskReport

Brasileiros se preocupam menos com a segurança na internet

No phishing!
Photo Credit: Widjaya Ivan via Compfight

Mesmo com a imprensa noticiando bastante os ataques de hackers e casos de phishing envolvendo famosos, a última edição do Índice de Segurança da Unisys mostra que a preocupação dos brasileiros com segurança na internet caiu 38% em relação a 2011.

Segundo o estudo o tema Segurança na Internet teve pontuação 117 (de 300 pontos) em 2012 contra 155 em 2011, 146 em 2010, 149 em 2009 e 135 em 2008. Portanto, estamos no nível mais baixo da série histórica. Feito em 12 países, o Brasil está em 8º lugar na preocupação com a segurança online. Os sete primeiros países são Colômbia, México, Hong Kong, Alemanha, Nova Zelândia, Bélgica e Estados.

O índice também avalia a percepção nas áreas de segurança financeira, pessoas e nacional. A pontuação global do brasil, que reúne todos os setores pesquisados, foi de 176 pontos no índice, o quarto mais alto dos países pesquisados.

E você pode sempre contar com o PagSeguro para ajudar a garantir a segurança das suas transações online.

Via Decision Report

Tutorial PagSeguro: Dúvidas sobre Disputa

 

O PagSeguro é a forma mais rápida e segura de comprar através da internet. E visando essa segurança preparamos um tutorial para auxiliá-lo em casos de problema com seu produto.

Quando se compra algo na internet devemos primeiramente verificar as informações que constam no site do vendedor. Alguns produtos podem ser importados possuindo tempo maior de entrega, taxas alfandegarias e às vezes podemos não nos atentar quanto aos detalhes de uma compra, não por descuido, mas pela empolgação de ter encontrado o que tanto desejávamos.

Caso tenha alguma dúvida, sempre mantenha diálogo com o vendedor, ele é o mais apto a sanar suas dúvidas em relação à transação, gerando também um laço maior de confiança. Continue lendo

Certisign dá desconto para e-commerces iniciantes até junho

Assateague Lighthouse
Creative Commons License Photo Credit: Matt Shalvatis via Compfight

A Certisign anunciou o lançamento de uma campanha que oferece desconto de 60% em seu selo “SSL Site Seguro” para empresas de e-commerce iniciantes. A oferta está em vigor até 3 de junho, e vale somente para sites com menos de 18 meses de operação, comprovados no Registro.Br.

Durante o período de promoção, o preço para aquisição do certificado cai de 1,89 mil reais para 756 reais, podendo ser parcelado em até seis vezes de 126 reais.

Continue lendo