Arquivo da tag: tendências

Novidade PagSeguro: receba pagamentos com cartão de crédito usando o seu celular

 

 

Em julho de 2007, o PagSeguro nasceu com uma missão: permitir que qualquer pessoa ou empresa venda produtos e serviços de forma segura pela Internet. Em quase 7 anos de estrada, já viabilizamos o e-commerce para mais de 300 mil vendedores, número que cresce  a cada dia.

E como não podemos parar de inovar, nesta semana anunciamos um novo serviço para atender a um Brasil cada vez mais digital e conectado.

Aceite cartão de crédito!

 A partir de agora todos podem receber pagamentos com cartão de crédito usando seu próprio celular ou tablet. Para se ter uma ideia, o IDC estima que no Brasil haja mais de 30 milhões de celulares smartphones. Ou seja, são mais de 30 milhões de brasileiros que agora podem receber pagamentos de forma muito prática e sem burocracia, direto no seu celular, incluindo parcelamento em até 12 vezes e recebimento do dinheiro em uma única parcela. E este serviço não tem mensalidade, nem taxa de adesão. A transação conta com segurança do PagSeguro e garantia da marca UOL.

Em poucos dias após o lançamento já temos diversos profissionais usando o serviço: dentistas, consultoras de beleza e venda direta, personal trainers, taxistas, designers e artesãos.
Você se interessou? Veja o passo a passo para começar a vender:

1. Baixe o aplicativo gratuito para o seu celular

2. Identificação no aplicativo

  • Se você já tiver uma conta no PagSeguro, basta efetuar o login no aplicativo
  • Se não tiver uma conta, crie uma gratuitamente e depois use este mesmo login e senha no aplicativo

3. Adquira o leitor de cartão:

  • Para agilizar o processo de venda, compre o leitor de cartão aqui

A seguir um vídeo explicativo sobre esta novidade:

Criar cenários ajuda no planejamento do seu e-commerce

Foto por  stargardener

Nós já falamos aqui no Blog do PagSeguro sobre a importância de você se planejar, mas este é um assunto que sempre vale a pena falar.

No planejamento nunca esqueça a importância de criar cenários para o seu negócio e quais suas ações em cada momento.

Mas como assim, ver cenários?

Continue lendo

Saiba como usar as cores no e-commerce

As cores mexem com a mente do ser humano de diversas maneiras, afetando inclusive em uma decisão de compra. O psicológico do consumidor é algo determinante para uma venda ser concretizada, e no e-commerce não é diferente.

A escolha de cores em uma loja virtual deve seguir um padrão de acordo com o tema da loja, dos produtos, o projeto e que gere empatia com o cliente. Botões, banners, logotipo, links, textos e outros elementos devem seguir um esquema de cores que deixem a navegação mais atrativa para o internauta. Veja abaixo as características de cada cor e sua função no e-commerce.

Vermelho

Poder, energia, amor, ternura, agressão, colisão e paixão. É a cor que estimula todos os tipos de apetites. Indispensável para sites de entretenimento adulto. Cor do sangue.

Laranja

Criatividade, alegria, entusiasmo, diversão, alta espiritualização e juventude. O laranja é menos intenso que o vermelho, o que representa a jovialidade, também usado para mostrar divertimento, alegria e estimular o apetite. Um fato interessante é que pode fazer produtos caros parecerem mais baratos. Uma boa sugestão para produtos em promoção.

Amarelo

Otimismo, alegria, esperança, filosofia, desonestidade, covardia, traição. A cor amarela ajuda o seu cérebro a liberar serotonina, que faz as pessoas se sentirem felizes e cheias de energia.

Azul

Verdade, conservadorismo, segurança, tecnologia, limpeza, tristeza e ordem. O azul escuro é ideal para os negócios porque simboliza a estabilidade financeira, profissionalismo e fidelidade É a cor que possui menor rejeição no mundo.

Verde

Ambiental, ecológico, frescor, calma, harmonia, saúde, inexperiência, dinheiro, natureza e tranquilidade. O verde representa a vida na maioria de suas aplicações. É uma cor muito agradável e neutra, podendo ser considerada em alguns casos quente e em outros fria. Graças a estas propriedades e a representação de natureza, muitas empresas tem usado esta cor.

Rosa

Apreciação, delicadeza, feminilidade, floral, gentileza, gratidão, inocência, romantismo, leveza e tranquilidade. O Rosa é a cor mais feminina de todas, pois trás a sensação de delicadeza e inocência. É uma cor suavizada do vermelho e expressa a visão das garotinhas, balas de goma e doces. No e-commerce diretamente associado ao universo feminino.

Roxo

Cerimônia, alto valor, fantasia, justiça, mistério, notoriedade, realeza, sofisticação e espiritualidade. O roxo é uma combinação de vermelho e azul, trazendo características de ambas as cores, mas com força de realeza ou luxúria. Usado para representar produtos de luxo, de alto valor.

Marrom

Calma, profundidade, terra, natureza, rascunho, riqueza, simplicidade, seriedade, submissão, cacau, café, utilidade e madeiramento. Muito usado em sites relacionados à construção civil, produtos naturais, produtos ecológicos. É uma cor mais quente, mas no sentido de aconchego.

Preto

Autoridade, rigidez, clássico, conservador, formalidade, mistério, tradição. Preto é tecnicamente a absorção de todas as cores. Por conta disso ele representa a autoridade, rigidez, elegância e tradição. Pode ser encontrado em muitos logos com simplicidade e sofisticação.

Cinza

Autoridade, mentalidade corporativa, humildade, praticidade, respeito, estabilidade e neutralidade. Cinza é um tom entre branco e preto, decorrente disso ele é uma mistura de ambos, está em um ponto entre as dualidades como o bem e o mal, normalmente vem acompanhado de outra cor, já que combina com a maioria por ser uma cor neutra. Usado por em sites de tecnologia, produtos de última geração.

Branco

Limpeza, inocência, paz, pureza, refinamento, esterilidade, simplicidade, confiabilidade e rendimento. Branco é universalmente a cor da paz e da pureza, mas cuidado, em algumas culturas orientais, o branco representa a morte e deve ser evitado. Muito usado em sites com jogos de negativo/positivo, ou com textos reversos.

Fonte: Blog do E-commerce
Foto: Bernat

Publicidade em equipamento móvel ajuda e-commerce

Os smartphones estão se tornando uma verdadeira vitrine publicitária e impulsionando as vendas nos computadores tradicionais, afirma uma pesquisa recente da consultoria Nielsen feita no mês de julho. As informações são do site eMarketer.

Segundo os números da empresa de pesquisas, 22% dos donos de smartphones nos Estados Unidos realizaram uma compra no computador após visualizar um anúncio mobile. Esse número é quatro vezes maior do que a porcentagem de usuários que fizeram compras em seus smartphones (5%) a partir de publicidade móvel.

Entre os usuários de tablet, a taxa de resposta nos computadores é ainda maior, já que 25% dos entrevistados disseram ter feito compras em um PC após visualizar o anúncio no seu iPad ou outro aparelho do tipo. Porcentagem três vezes maior do que as compras geradas nos tablets por meio de anúncios móveis (8%).

Um dos motivos que pode explicar a maior taxa de compras feitas a partir de tablets em relação a smartphones é a tela maior do aparelho, que o torna mais propício ao uso em casa do que durante o trânsito das pessoas, além de ser mais confortável para as compras em sites.

Vale notar que 17% dos donos de tablets buscaram por mais informações de um produto que viu anunciado, número um pouco superior aos 14% registrados entre os usuários de smartphones naquele país.

Além disso, a pesquisa da Nielsen mostra que a habilidade de os smartphones e tablets entregarem anúncios altamente direcionados com base em localização agrada mais aos jovens.

Quase metade dos entrevistados entre 13 e 17 anos (45%) disse achar esse tipo de publicidade mais útil do que os anúncios tradicionais. No entanto, esse número cai para 32% entre as pessoas de 35 a 44 anos e mais ainda, para 22%, entre quem tem de 45 a 54 anos.

Via IDGNow!. Crédito da imagem: Fatma .M via Compfight.

Não deixe de oferecer a opção mais segura e confiável de pagamento online para os seus clientes. Cadastre-se agora mesmo no PagSeguro:

5 tendências quentes no ecommerce

Brave New World - Un mundo feliz - Schöne neue Welt Daniela Hartmann via Compfight

O número de consumidores comprando online só aumenta. Em 2012, a previsão é que o mercado norte-americano chegue a US$ 224,2 bilhões. [Aqui no Brasil a previsão em 2011, o mercado é de US$ 9,8 bilhões] Sim, é uma nova onda de varejo e, em alguns setores, o ecommerce é tanto uma oportunidade para grandes lucros como pode ser a razão da falência.

Tudo porque o cenário muda rapidamente e os negócios precisam acompanhar as mudanças para sobreviver. Abaixo você verá 5 tendências que ilustram as tendências em compras online, bem como algumas ideias e estratégias.

1. Produtos exclusivos e os industrializados

O sucesso da Etsy (aqui no Brasil temos diversos sites como este) e artistas que vendem seus trabalhos online devem-se ao fato de não existir produtos como os que eles oferecem. São objetos únicos que ganham o cliente pela sua personalidade ou estética. Nestes casos, tentar competir pelo preço é péssimo, principalmente porque são produtos que exigem tempo e habilidades específicas. Mais que preço, é preciso criar uma marca forte e uma reputação de qualidade – e aí a demanda vem forte.

Continue lendo

Os quatro tipos de consumidores do ecommerce

Credit CardsCreative Commons License Andres Rueda via Compfight

A Pitney Bowes fez um estudo nos Estados Unidos, França, Alemanha e Reino Unido e chegou a quatro tipos de consumidores do e-commerce a partir dos dados que compartilham ou não na rede.

O tipo íntimo é o de maior percentual de rejeição de compartilhamento na internet: 76% não informam convicção política, 71% não estão dispostos a compartilhar a religião, 54% não falam a etnia e 45% não dizem a preferência sexual.

O tipo “quero segurança” é o segundo mais frequente. Entre eles, 40% estão dispostos a compartilhar número do cartão de crédito, 38% divulgam o número do celular e 36% respondem sobre o rendimento.

No tipo físico, os percentuais de rejeição são baixos, porém 24% não informam o peso, 23% não dizem o número de telefone residencial e 22% não compartilham sua altura.

Os entrevistados do tipo transacional também não veem problema em dizer data de nascimento, com apenas 10% de rejeição, endereço postal, com 13%, e-mail, com 14%, e dados bancários, com 22%.

Segundo o relatório da pesquisa, produzido pela Forrester Research Inc., embora se preocupem com a coleta e utilização dos dados online, os consumidores continuarão fornecendo-os e realizando tarefas na rede se perceberem algum benefício.

Via: Administradores.

1% do PIB brasileiro é do e-commerce

Stowaway Keyboard Equipped Newton
Creative Commons License Photo Credit: Grant Hutchinson via Compfight

            O e-commerce brasileiro e latino americano estão crescendo a cada ano. Uma pesquisa divulgada em 16/05 mostra esse crescimento desde 2009. O estudo foi feito pela “América Economía Intelligence” e encomendado pela Visa, mostra o dinamismo e o desenvolvimento do setor de e-commerce na América Latina. A pesquisa mostra um aumento de 98,5% das vendas do e-commerce do ano de 2009 a 2011, saltando de U$ 22 bilhões para U$ 43 bilhões.

O Brasil foi o grande responsável por este salto, representando 59,1% de todo o mercado latino americano, movimentando U$ 25 bilhões em vendas online, que representou 1% de todo o PIB brasileiro em 2011, algo inédito em todos os países da AL. Os principais fatores apontados pelo estudo foram maior confiança do consumidor, presença do mercado nas redes sociais, reformas governamentais e maior uso de cartão de crédito.

E esse fenômeno tende a crescer cada vez mais, com mais pessoas com acesso à internet e maior crédito. O momento de vender na internet é agora. Faça um cadastro no PagSeguro e venda com facilidade e segurança.

 

Fonte: E-commerce News

Venda pelo Facebook com o PagSeguro e o Facileme!

O PagSeguro está com uma parceria com o Facileme para você ter sua loja virtual no Facebook. Neste post iremos fazer um passo a passo de como fazer o cadastro e começar a vender.

A primeira coisa a se fazer é criar uma fan page no Facebook. Acesse facebook.com/pages e clique em criar página. Escolha a categoria que será sua loja, adicione o logotipo, preencha todas as informações da página e convide seus amigos para conhecê-la.

A 2ª parte é importante para implementar o Facileme em sua loja. Acesse  o aplicativo do Facileme e clique em Instalar em Minha Fan Page.

 

Escolha sua loja para o cadastro e clique em Adicionar F Commerce

  Continue lendo