Arquivo da tag: transacao

O PagSeguro é seguro?

O comércio eletrônico no Brasil não para de crescer. O número de e-consumidores em 2013 chegou a 51,3 milhões de pessoas, alta de 19%, sendo que 9,1 milhões fizeram a sua compra pela primeira vez no ano, segundo dados da e-Bit. Não é nem um pouco surpreendente. A comodidade de poder comprar o notebook que você tanto queria sem precisar sair de casa naquele dia chuvoso, receber o produto sem precisar brigar por vagas no estacionamento e poder pesquisar por preços em tempo real ajudam a entender o forte ritmo de crescimento.

Se o ritmo de crescimento está forte, ele poderia ser muito maior. Os e-consumidores veem a insegurança nesse mundo como uma das principais barreiras que impedem o crescimento desse mercado. Dados do ano passado do IBOPE apontaram que mesmo nos dias atuais, 62% dos consumidores online compram por boleto bancário por achar mais seguro do que colocar os dados de cartão de crédito.

Diante disso, a melhor forma de garantir ao consumidor uma compra tranquila e segura, é contando com ferramentas especializadas em sua loja virtual. Não é a toa que o PagSeguro se tornou referência nesse mercado, já são mais de 25 milhões de clientes que utilizam o sistema em seu comércio.

Proteção aos dados financeiros

E então você pergunta: mas afinal, o PagSeguro é realmente seguro? Desde 2007, quando foi lançado, O PagSeguro já ganhou prêmios que reconheciam seu prestígio no mercado. Em 2008, ele foi escolhido pelos próprios leitores da revista InfoExame como o site do ano na categoria comércio eletrônico.

Além disso, foi criada uma política estruturada de gerenciamento de riscos para evitar fraudes. Esse sistema consegue descobrir quando alguém obtém acesso ilegalmente aos dados financeiros de outra pessoa e utiliza essas informações para fazer compras não autorizadas.

Entre as principais políticas de segurança adotadas pelo PagSeguro está a certificação PCI, sigla em inglês de “Padrão de Segurança para a Indústria de Pagamentos”. Esse reconhecimento é mais uma tranquilidade para quem compra de que os seus dados financeiros estão protegidos, com segurança na rede e criptografia (técnica para esconder informação de acesso não autorizado).

No PagSeguro, a segurança já está garantida pelo sistema quando o cliente preenche os dados de seu cartão até o momento em que ele digita a senha.

Segurança também no leitor de débito e crédito

Mas não é só no mundo virtual que a segurança no pagamento para aos comerciantes e consumidores está garantida. Quem tem um pequeno negócio, trabalha como taxista, professor ou profissional autônomo, também pode usar o PagSeguro para receber pagamentos em cartões de crédito e débito.

É só adquirir o leitor de débito e crédito do PagSeguro para receber diretamente do celular ou do tablet. Não precisa pagar mensalidade ou taxa de adesão.

Essa é uma ótima oportunidade para quem quer expandir seus negócios oferecendo mais formas de pagamento para os consumidores. Além do leitor de débito e crédito e os celulares ou tablets, o profissional precisa do aplicativo gratuito que está disponível para Android ou iOS e uma conta no PagSeguro.

Então se você quer ganhar a confiança de seus clientes e aumentar as vendas de sua loja virtual, não deixe de contar com essa ferramenta que é sinônimo de segurança em pagamentos online e nas vendas por tablets e smartphones.

 

Como funciona o PagSeguro?

O Brasil conta hoje com 51,3 milhões e-consumidores, de acordo o relatório WebShoppers do E-bit. Segundo esses compradores, a maior motivação para realizar comprar pela internet é a comodidade. Ou seja: quanto mais fácil comprar, melhor.

E nada dá mais comodidade ao cliente do que várias opções de pagamento e, claro, parcelamento. É aí que o PagSeguro entra, funcionando como um intermediador entre comprador e vendedor, fazendo os dois lados saírem ganhando. Quando uma loja virtual adota o sistema do UOL, passa a poder oferecer mais de 25 opções de pagamento e em até 18 parcelas para pagar, além de segurança para quem compra.

Segurança para quem compra e facilidade para quem vende

O PagSeguro garante que os dois lados da negociação saiam satisfeitos. O usuário conta com uma equipe especializada em gestão de risco de fraudes, uma medida de segurança para evitar que pessoas mal intencionadas prejudiquem os mais de 25 milhões de usuários do PagSeguro.

Mas essa é só uma parte da política de segurança. O cliente tem mais garantias de não perder dinheiro em uma compra já que, após a confirmação do pagamento, se não estiver satisfeito com a negociação, ou não receber o produto, ele tem até 14 dias para pedir o reembolso.

Do outro lado, o vendedor consegue oferecer mais de 25 meios de pagamento com um único contrato, pode parcelar seus produtos e serviços em até 18 vezes e receber o valor integral da venda.

E o PagSeguro também sabe que o que manda no comércio eletrônico é a comodidade. Por isso, o uso da plataforma de pagamentos do UOL é bastante simples. Para o comprador é só criar uma conta, não existe taxa de adesão, nem mensalidade. Para o vendedor, é só criar a conta e integrar a plataforma ao seu negócio. É bem fácil.

Existem vários tipos de integração. O mais simples é o botão de pagamento do PagSeguro.  Com ele você pode parcelar seus produtos e serviços em até 18 vezes e receber de uma vez só (em até 14 dias). Dá ainda pra receber pagamentos de 17 bandeiras de cartões, oferecer a opção de boleto bancário, débito online ou depósito em conta.

Você também pode integrar a sua loja em opções mais flexíveis. Se você tem conhecimento em HTML, pode escolher pelo pagamento via HTML, e se souber linguagem técnica de programação para web, pode integrar seu sistema ao API de pagamentos.

O legal de tudo isso é que você não precisa ter cadastro em vários bancos ou negociar taxas de transações com cada um deles. O PagSeguro unifica todas as suas transações e as tarifas são as mesmas independente do seu banco e o do seu cliente. É o fim da preocupação com a burocracia no pagamento.

Faça transações pelo celular

A comodidade de receber pagamentos pode chegar para você mesmo sem uma loja virtual. Se você é um profissional autônomo, como taxista, professor particular ou consultora de beleza, ou tem uma loja física, por exemplo, pode receber pagamentos de cartão de crédito e débito sem precisar das maquininhas. E, mais importante, sem precisar pagar mensalidade ou taxa de adesão.

Os indicadores anuais da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Créditos e Serviços (Abecs) apontam que só em 2013 foram feitas mais de 4 bilhões de transações por cartão de crédito. O número de compras parceladas registrou aumento de 93% em relação a 2008.

Incluir essa opção de pagamento pelos seus serviços vai te ajudar a ganhar aquele cliente que não gosta de andar com dinheiro no bolso. Os leitores do PagSeguro tornam isso possível.

O processo é bem simples e está disponível tanto para pessoa física quanto jurídica, basta ter um cadastro no PagSeguro. Você compra o leitor, conecta no seu celular ou tablet e baixa um aplicativo gratuito. É só isso!  Já pode parcelar seus produtos e serviços em até 12 vezes e receber de uma única vez. É fácil e prático pra você, e é bom para o seu cliente.

Qual a vantagem? Diferente das maquininhas convencionais de cartão de débito e crédito, não tem mensalidade. Você paga só se vender. Se não vender nada, não paga nada!

Entenda as transações na sua conta PagSeguro

pag-02.jpg

Um de nossos clientes nos questionou esta semana porque uma compra via PagSeguro gerou duas transações no sistema.

Dennis Ferreira explica que toda transação gera, 2 transações. “O PagSeguro é uma conta de intermediação. Entraram R$ 876,77 no Pagseguro, e depois saíram os mesmos 876,77 para o vendedor”, esclarece.

Dúvidas? Estamos sempre por aqui.

Tutorial: Retorno Automático

Nosso leitor Paulo Santana pediu mais informações sobre o Retorno Automático PagSeguro. Lá no Fórum do i-Masters, temos uma categoria só para ajudar os nossos clientes e parceiros.

Vamos transcrever aqui o tutorial:

A URL de retorno tem duas funções distintas. Uma é redirecionar o usuário após terminar a transação no PagSeguro para o site da loja, apenas redirecionando à página, sem nenhum dado de POST. A outra é enviar os dados da transação e alteração de status da transação via POST.

O POST é automático, enviado ao final da transação e quando ocorre alteração do status, ambos em background, abrindo uma nova sessão no seu web site. Não é possível a exibição imediata no seu web site dos dados do post (echo, print, Response.Write, etc).

Alguns desenvolvedores enfrentam situações em que não conseguem receber o POST. Seguem abaixo os principais motivos e dicas para resolução do problema:

– É necessário que o website e a URL de retorno estejam hospedados em um domínio válido.

– Não poderá ser uma aplicação local (você nunca conseguirá receber os dados em um ambiente local, como “localhost” por exemplo).

– O código de NPI (Notificação de Pagamento Instantâneo) não conseguirá ler valores de Sessions ou Cookies, porque assim que o PagSeguro envia o POST para o seu web site, é aberta uma nova sessão (conforme mencionado acima).

– Não há restrições de saída no PagSeguro, mas caso você não esteja recebendo nenhum dado do PagSeguro, verifique no seu firewall a liberação do IP de POST do NPI: 200.221.19.20 e IP de Redirecionamento simples: 200.221.19.4.

– Servidor configurado em uma porta da 80 (HTTP) ou 443 (HTTPS).

– Não é possível imprimir nenhum campo do post no momento do recebimento do mesmo (echo, print, Response.Write, etc).

– As informações deverão ser salvas em seu banco de dados, arquivo texto ou XML no momento do recebimento.

– A programação do retorno automático deve enviar de volta para o PagSeguro todos os campos recebidos no POST, mais o comando=validar e o token=”Seu Token”.

– Use o token de segurança para validação da transação.

– Retorne os dados para validação sem nenhuma conversão, exatamente da maneira como recebeu (verifique se a sua string está sendo enviada com Encode, por exemplo: “%20” ou o sinal de adição “+” substituindo o espaço, etc).

– É muito importante sempre colocar um debug em seu código, salvando o erro do debug no seu banco de dados para analisar onde e porque ocorreu o erro no momento do retorno.

– O script em nossa página é apenas ilustrativo, cada desenvolvedor altera de acordo com o próprio sistema.

– Observe todos esses itens, e se ainda você não conseguir receber o POST, entre em contato com nosso suporte técnico, clicando em Atendimento após logar em conta PagSeguro.

Bons negócios!

(e venha para o fórum, saber mais sobre o sistema do PagSeguro)

p.s. tem mais dicas no site da Visie:

Como funciona:http://visie.com.br/pagseguro/retorno-automatico.php

Capturar o retorno automático do PagSeguro, usando a biblioteca: http://visie.com.br/pagseguro/retorno-automatico-php.php