Arquivo da categoria: Datas sazonais

Como aproveitar as datas sazonais para vender mais

PagSeguro comemora 10 anos

Vender mais no Dia dos Pais

Quando surgiu, em julho de 2007, o PagSeguro era uma empresa que oferecia soluções de pagamento eletrônico, apenas para sites e lojas virtuais. Com o passar dos anos, a empresa ampliou seu portfólio de produtos para atender, também, o varejo tradicional. Do pequeno ao grande, o PagSeguro tem soluções para o empreendedor fazer seu negócio acontecer.

Foram 10 anos de muita inovação, acompanhando as tecnologias e as necessidades dos empreendedores, por isso nosso portfólio não parou de crescer: Leitor de Crédito (via Tarja), Leitor de Débito e Crédito D200 e MINI, Moderninha Wifi, Moderninha Pro, Minizinha, Cartão Pré-Pago, Pagamento Recorrente, Pag.ae, PlugPag e por aí vai. Isso sem falar dos recursos que facilitam a gestão de negócios, como o aplicativo PagSeguro Vendas, que facilita para ao comerciante ter um sistema de frente de caixa informatizado e gratuito. Enfim, são muitos lançamentos a cada ano!

Com a missão de oferecer meios de pagamentos a todos, hoje é possível afirmar que, cada vez mais, o PagSeguro está presente na vida dos brasileiros. Ao todo, já são mais de 1,5 milhão de vendedores e 40 milhões de pessoas já compraram  com o PagSeguro, contando com mais de 25 meios de pagamento, sempre com a segurança e a confiabilidade da marca!

Soluções para vendedores online

A história do PagSeguro se confunde com a evolução do comércio eletrônico no Brasil. Em 2007, o e-commerce ainda engatinhava no país, segundo dados da consultoria Ebit, o faturamento, foi de 6,3 bilhões de reais. Atualmente, esse valor é 44,4 bilhões de reais.

Em pouco tempo, o PagSeguro já dominava o mercado. De acordo com pesquisa do Ibope, 70% das compras online em 2011 foram feitas através do PagSeguro.

No entanto, a empresa não se acomodou com os bons resultados. Pelo contrário, ela continuou inovando para oferecer novas soluções. Hoje em dia, graças às ferramentas como o Pag.ae e a Cobrança por por e-mail, é possível vender produtos e serviços pela internet, mesmo sem ter loja virtual.

Mais segurança para os compradores online

Pensando na segurança dos compradores, o PagSeguro, em 2012, implementou mecanismos antifraude mais sofisticados nas transações virtuais.

Não é só isso. O comprador que faz um pagamento e não recebe a encomenda, ou a recebe com defeitos, consegue abrir uma Disputa. Esse serviço permite uma negociação com o vendedor e se não houvera um acordo, o PagSeguro devolve o dinheiro ao comprador. 

Soluções para vendedores presenciais

Ainda em 2012, o PagSeguro deu um passo decisivo para entrar de vez nas vendas presenciais. Em uma parceria com a Nokia, o PagSeguro foi a primeira empresa a testar no Brasil a tecnologia NFC, que permite a transmissão de dados de forma segura com a aproximação de dois celulares.

Em 2013, a empresa lançou o Leitor de Crédito (via Tarja) para receber pagamentos de cartão de crédito por meio de conexão de fones de ouvido de celulares ou tablets. E isso foi só o começo. No ano seguinte, em 2014, com o Leitor MINI foi possível receber pagamentos também por cartões de débito, via conexão Bluetooth com dispositivos móveis.

Já em 2015, veio o lançamento da maquininha que marcou a história do PagSeguro, passando a ser conhecido em todo território nacional e caindo no gosto popular: a Moderninha, que dispensa o uso de smartphone ou tablet para realizar uma venda. Com diferenciais que mudaram o mercado: pequena, leve e sem precisar pagar aluguel e taxa de adesão.

Ainda em 2015, as maquininhas do PagSeguro passaram a aceitar, também, cartão refeição. Em 2016 as novidades não pararam: foram lançadas a Moderninha Wifi e a Moderninha Pro, a maquininha sem aluguel mais completa de todas.

Reforçando o papel de agente da democratização aos meios de pagamento, o PagSeguro lançou a Minizinha em março de 2017. A maquininha mais barata de todas, que cabe (literalmente) no bolso dos pequenos vendedores. Por um preço bem acessível é possível aceitar as principais bandeiras de cartão de débito, crédito e refeição.

É importante reforçar que o PagSeguro, em toda sua trajetória, nunca cobrou taxa de adesão nem aluguel, o que ajudou muito na redução de custos mensais de pequenos vendedores!

Movimente seu dinheiro com segurança e rapidez

Para movimentar o dinheiro do seu saldo, sem depender de uma conta bancária, o PagSeguro lançou o Cartão Pré-Pago. Com ele, o vendedor consegue transferir o saldo de suas vendas sem depender de uma conta bancária.

Com o cartão é possível realizar compras em todos estabelecimentos físicos e lojas virtuais (nacionais ou internacionais), que aceitam a bandeira Mastercard, além de realizar saques em caixas eletrônicos na rede do Banco24horas.

Prêmios do PagSeguro

No decorrer desses 10 anos, o PagSeguro foi reconhecido e celebrou conquistas. Com apenas um ano de história, a empresa conquistou os prêmios Revista InfoExame, na categoria e-Commerce e INFO Comércio Eletrônico da Editora Abril. Mais recentemente, nos anos de 2015 e 2016, a empresa conquistou o Prêmio ÉPOCA ReclameAQUI – As Melhores Empresas para o Consumidor na categoria Meios de Pagamento. 

Obrigado!

Na nossa comemoração de 10 anos, a parceria com você é o nosso principal presente. Temos motivos de sobra para agradecer a você:

  1. Por acreditar no PagSeguro
  2. Estar junto com a gente nessa parceria
  3. Oferecer mais de 25 meios de pagamento para seus clientes
  4. Aceitar as principais bandeiras de cartão
  5. Fazer parte da família Moderninha e Minizinha
  6. Não pagar aluguel
  7. Não depender de bancos
  8. Usar o Cartão Pré-Pago PagSeguro
  9. Como um bom empreendedor brasileiro: batalhar, persistir e se superar
  10. Vender muito!

Vamos juntos para os próximos 10 anos! #VemDePag 🙂

Prepare-se para vender mais no Dia dos Pais

Vender mais no Dia dos Pais

Não são só os pais que aguardam com ansiedade a chegada do segundo domingo de agosto, quando é comemorado o Dia dos Pais. Os lojistas também arregaçam as mangas, uma vez que se trata de uma ótima oportunidade para aumentar as vendas e, consequentemente, a receita.

Para se ter uma ideia, só o comércio eletrônico, segundo dados da consultoria Ebit, movimentou 1,76 bilhão de reais nas duas primeiras semanas de agosto do ano passado, em virtude do Dia dos Pais. Com um tíquete médio de 441 reais, foram 4 milhões de pedidos efetuados online. Por sua vez, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) aponta que o varejo tradicional faturou 36,5 bilhões de reais na semana que antecedeu a data em 2016. Valores nada desprezíveis, né?

Com a economia se recuperando aos poucos, a tendência é que as vendas aumentem neste ano. Quer aproveitar a alta de vendas nesta data? Então, confira as dicas a seguir:

De olho no histórico de vendas

Um lojista organizado tem um sistema que reúne todas as vendas realizadas mensalmente. Vale a pena ter o histórico de vendas realizadas no Dia dos Pais dos anos anteriores, para analisar quais produtos são mais procurados nesse período. Assim, você consegue deixar o estoque pronto para atender a demanda.

A título de curiosidade, as categorias que tiveram maior volume de pedidos online no Dia dos Pais de 2016 foram “Moda e Acessórios” (16%), “Livro/Assinatura de Revistas” (13%), “Telefonia/Celulares” (12%), “Eletrodomésticos” (12%) e “Cosméticos e Perfumaria/Saúde” (11%).

Kits de produtos

Muitos produtos parados no estoque? Xiii, isso é sinônimo de dinheiro perdido. Aproveite o Dia dos Pais para criar kits de produtos relacionados, como um jogo de facas para churrasco e grelhas especiais. Além de fazer o estoque girar, você ainda aumenta o tíquete médio das suas vendas.

Valor dos produtos

Por mais que as pessoas se preocupem com o preço, faça com que elas enxerguem, primeiramente, o valor agregado dos produtos. Em outras palavras, apresente todos os benefícios que produto tem, antes de seu preço, para um cliente.  Ao conhecer as vantagens do produto, é possível que elenão se importe em pagar um pouco mais para comprá-lo.

Se você possui uma loja virtual, faça uma descrição completa, use fotos com boa qualidade e vídeos mostrando as funcionalidades do produto. Essas são uma maneira de demonstrar o valor dele.

Em uma loja física, esse trabalho deve ser feito pelos vendedores durante o atendimento ao cliente. Nesse sentido, faça um treinamento com seus colaboradores, de modo que eles tenham todos os benefícios dos produtos na ponta da língua. Só depois de convencer o cliente, mencione o preço do presente.

Divulgue seus produtos em diversos canais

Falta de verba não é desculpa para não divulgar sua loja e seus produtos. Gastando muito pouco, é possível criar diversas campanhas online, como: e-mail marketing, redes sociais, Google AdWords e por aí vai. Além de ser mais barato do que anunciar nos canais tradicionais, divulgar pela internet permite segmentar o público que você quer atingir, direcionando, por exemplo, seus anúncios apenas para as regiões que você atende.

Lembre-se: As mensagens da sua ação de marketing devem ser direcionadas aos filhos e mulheres. Afinal de contas, são eles que vão comprar os presentes, né?

Clima de Dia dos Pais

Parece bobagem, mas a loja precisa entrar no clima da data para que os clientes se sintam à vontade para comprar  Em uma loja virtual, vale a pena colocar um banner com a foto de um pai junto com a família. Essa imagem ajuda reforçar a ideia de que o visitante precisa comprar um presente para o pai, avô ou tio e que a loja está lá para ajudá-lo.

O mesmo raciocínio vale para as lojas físicas. Investir nessa ideia nas vitrines, chama atenção das pessoas e as convida a entrar e conhecer os produtos.

Variedade na hora de pagar

Levar as pessoas até a sua loja é só o primeiro passo para realizar a conversão. Os clientes também se preocupam com os meios de pagamento que uma loja oferece. Eles gostam de variedade e simplicidade. Mesmo que o cartão de crédito seja a preferência nacional, o consumidor deve ter o direito de pagar usando outras formas.

Para não decepcionar os usuários, a melhor alternativa para uma loja virtual é ter o sistema de pagamento do PagSeguro integrado. Com ele, você aceita mais de 25 meios de pagamento, desde as principais bandeiras de cartão de crédito, débito online e boleto bancário. Isso sem falar da possibilidade de parcelamento em até 12 vezes no crédito, sendo que a loja recebe o valor integral de uma única vez!

No comércio físico, as maquininhas do PagSeguro são a solução para qualquer negócio, independentemente do tamanho ou tipo. Com a Moderninha Wifi, Moderninha Pro e Minizinha você aceita pagamentos com cartões de débito, crédito e refeição. A grande vantagem das maquininhas do PagSeguro é que elas não cobram taxa de adesão nem aluguel, ou seja, você é dono do aparelho. Isso sem falar que elas, agora, têm 5 anos de garantia. Por fim, as vendas no crédito podem ser parceladas em até 12 vezes.

Ah, você utiliza as redes sociais e o WhatsApp para divulgar e vender produtos? Mais uma vez, o PagSeguro é seu parceiro ideal. É possível facilitar o pagamento dos clientes usando o Pag.ae. Pelo site ou pelo aplicativo PagSeguro Vendas você insere os dados da venda – descrição do produto e valor – e gera um link de pagamento. Aí, basta compartilhá-lo com seus clientes pelas redes sociais e WhatsApp. Automaticamente, eles poderão efetuar o pagamento com mais de 25 meios de pagamento.

Ao seguir todos esses passos, sua loja estará pronta para faturar bastante no Dia dos Pais. Boas vendas!

Conheça o PlugPag – A solução simplificada para automação comercial

PlugPag PagSeguro

Oferecer as mais variadas formas de pagamento aos clientes é apenas o começo para fazer sua empresa crescer. Com as maquininhas do PagSeguro – que não cobram aluguel nem taxa de adesão –, você aceita pagamentos com as principais bandeiras de débito, crédito, alimentação, refeição e cultura. Mais oportunidades para aumentar seus ganhos.

Para quem vende muito, realiza muitas transações, precisa de um controle maior das vendas e automatizar a conciliação. Em outras palavras, para fazer sua empresa crescer é preciso, também, ter um controle rigoroso de estoque e fluxo de caixa.

Pensando em ajudá-lo também nessa gestão, o PagSeguro lança o PlugPag: a única solução do mercado em que você consegue integrar automaticamente uma máquina POS com a automação comercial que você já utiliza e realizar conciliação em tempo real.

A solução PlugPag oferece uma alternativa mais flexível ao TEF (Transferência Eletrônica de Fundos). Com esse serviço, você integra as Moderninha Pro e Moderninha Wifi aos sistemas de automação comercial disponíveis no mercado, eliminando a dupla digitação e chances de erro, ganhando mais eficiência e economia de tempo. O melhor de tudo: a integração é gratuita e dispensa o uso de fios, uma vez que acontece via Bluetooth, assim você tem mais mobilidade, levando a máquina ao cliente sem precisar deixá-la presa ao sistema de automação .

Com o PlugPag, você não paga mensalidade nem taxa de conectividade mensal! Veja o quanto você pode economizar comparando com um sistema TEF tradicional:

Tabela comparação de PluPag com TEF tradicional
Vale destacar que o PlugPag é compatível com os sistemas Windows, Android, e em breve para iOS e Linux. Aliás, neste link você confere o passo a passo técnico para realizar a integração da Moderninha com a sua automação comercial.

O PagSeguro é o parceiro ideal para o seu negócio. Além de aceitar as principais bandeiras de débito, crédito e, alimentação, refeição e cultura, possibilita a integração com sua automação comercial de forma rápida, fácil e gratuita. Assim, você aumenta as oportunidades de ganho e otimiza a gestão do seu negócio.

Não perca mais tempo, conheça o PlugPag e #VemDePag!

Presença do PagSeguro no VTEX Day 2017

Palestra e Chopp PagSeguro no VTEX Day 2017

O PagSeguro foi um dos patrocinadores master do VTEX Day 2017, um dos principais eventos de e-commerce e empreendedorismo da América Latina. O evento aconteceu entre os dias 30 e 31 de maio no São Paulo Expo.

Em sua quinta edição, o evento recebeu mais de 10 mil visitantes, 120 expositores, mais de 150 palestrantes em 12 salas simultâneas. Neste ano, havia dois espaços. Na área Expo, as empresas recebiam e apresentavam seus produtos e soluções aos visitantes.

No estande do PagSeguro, além de uma equipe super preparada para prestar atendimento, ainda foi oferecido um cafezinho ao público que passava por lá. Perto do fim do evento, a partir das 16 horas do dia 31, foi liberado chopp Heineken na faixa para o pessoal fazer o networking e se preparar para o show da cantora Ivete Sangalo, que encerrou o VTEX Day 2017 em grande estilo.

Já o Espaço do Empreendedor Digital se localizava no piso superior. Lá, além do PagSeguro Experience (veja mais abaixo), havia salas onde eram apresentadas diversas palestras. Os temas variavam bastante, indo de dicas de proteção contra crimes cibernéticos em pagamentos online até informações sobre o setor de marketplace.

A palestra do PagSeguro

Para uma sala com capacidade para 700 pessoas sentadas, Leandro de Piano, gerente de Inteligência de Negócios do PagSeguro, e Leandro Rodrigues, gerente de Tesouraria do PagSeguro, apresentaram a palestra Como transformar o planejamento financeiro no maior aliado de sucesso do seu e-commerce.

Logo no começo, Piano mostrou um passo a passo para criar o planejamento financeiro de um negócio: traçar metas e mensurar ações; organizar-se; investir em tecnologia para gestão e não pensar somente na venda, mas em todo o processo. Mais à frente, o gerente apontou os erros mais comuns dos empreendedores quando o assunto é gestão financeira. Aqui, destacam-se: não ter disciplina, ignorar pequenos gastos, não poupar uma reserva para imprevistos e por aí vai.

Por sua vez, Rodrigues deu dicas para melhorar o fluxo de caixa de uma loja. O primeiro passo é antecipar os impostos, uma vez que eles são os gastos mais previsíveis – não há como fugir deles. Reduzir o estoque é outra sugestão. Assim, o lojista não corre o risco de ter produtos encalhados (dinheiro perdido) por um bom tempo.

Por fim, o gerente finalizou a apresentação justificando a importância de contar com um integrador de pagamentos. Basicamente, além de garantir segurança nas transações, o PagSeguro oferece mais de 25 meios de pagamento aos compradores, como bandeiras de cartão de crédito, boleto bancário e débito online nas vendas online.

Confira o material da apresentação:

PagSeguro Experience

Além do estande e de todo o conteúdo da palestra, ainda havia o PagSeguro Experience, um espaço no qual o público podia conhecer, na prática, as soluções de pagamento da empresa.

Por apenas um real, os visitantes compravam um café ou um brigadeiro. Para tanto, eles tinham de efetuar a compra em uma das soluções do PagSeguro: Checkout in app, Checkout transparente na web, Minizinha, Moderninha Pro, além do lançamento PlugPag.

O público teve a oportunidade de conhecer o novo serviço do PagSeguro, o PlugPag. Em resumo, ele permite a integração, via Bluetooth (isso mesmo, sem depender de fios!), das Moderninha Pro e Moderninha Wifi aos sistemas de automação comercial do mercado. O objetivo é oferecer mais agilidade e mobilidade ao lojista na hora da cobrança e do fechamento de caixa, automatizando a conciliação de suas vendas.

Vale destacar que essa integração está disponível para os sistemas Windows, Android, iOS e Linux. E, assim como todas as soluções do PagSeguro, o PlugPag não cobra aluguel nem taxa de conectividade mensal.

Praça de alimentação

Nos food trucks espalhados pela praça de alimentação, a Moderninha Pro foi a maquininha que dominou e agilizou as vendas. Dos 15 food trucks presentes, 14 usaram a Moderninha Pro! Mais um sucesso da maquininha sem aluguel mais completa.

Vídeos sobre o PagSeguro

No Espaço do Empreendedor Digital também foram exibidos vídeos de animação demostrando a história e principais produtos do PagSeguro. Os vídeos eram divididos entre 5 blocos: História; Pra quem vende pelas Redes Sociais; Pra quem vende por Loja Virtual ou Aplicativo; Pra quem tem Marketplace ou vende Planos de Assinatura e Pra quem tem Loja Física ou realiza venda direta.

Aqui você pode assistir a versão completa dos vídeos:

Fotos do evento

Confira os registros do PagSeguro no maior evento de varejo multicanal da América Latina:

PagSeguro no VTEX Day 2017

Como vender mais no Dia dos Namorados

Como vender mais no Dia dos Namorados

Para mostrar todo o carinho e amor, os casais apaixonados trocam presentes no Dia dos Namorados, em 12 de junho. E, olha, eles não costumam economizar nessa data.

De acordo com os dados da consultoria E-bit, o comércio eletrônico apresentou um tíquete médio de R$ 412,50 no período do ano passado. Com mais de 4 milhões de pedidos online, entre os dias 28 de maio e 12 de junho, o faturamento foi de R$ 1,65 bilhão.

Se você quer aproveitar esta data comemorativa para alavancar suas vendas, trate de começar o trabalho o quanto antes. Veja as dicas a seguir e saia na frente de seus concorrentes:

Estoque em dia com os produtos mais procurados

Livros. Eletrodomésticos. Celulares. Moda & Acessórios. Casa & Decoração. Segundo o relatório da consultoria E-bit, essas são as categorias de produtos mais procuradas nesse período. Essas informações ajudam a entender o que os consumidores buscam comprar no Dia dos Namorados, mas você deve fazer uma pesquisa mais profunda sobre o seu nicho de mercado.

Para tanto, uma dica é acessar o histórico de vendas do mesmo período nos anos anteriores. Assim, você descobre quais são seus produtos mais visados nessa data comemorativa. Vá além e faça uma pesquisa nas redes sociais e nos sites de busca para saber o que seu público-alvo anda desejando e como a concorrência está trabalhando.

Com base nos resultados dessa pesquisa, você consegue fazer uma boa previsão de quais produtos são mais quentes para as vendas. Assim, você se programa para reforçar o estoque desses itens. Já pensou em ter de falar para o cliente que o produto em questão está em falta? Não é nada agradável.

Promoções criativas

Como você já tem em mente quais são os produtos mais visados por seus clientes, a próxima etapa é pensar em promoções para atraí-los. Mas isso, é claro, não pode prejudicar o seu bolso, hein! Se você não conseguir dar descontos agressivos, coloque a criatividade em campo e pense em outras opções atrativas.

Uma ideia é formar kits com produtos que se relacionam entre si. Assim, você já mata dois coelhos com uma cajadada só: atrai mais pessoas e elimina produtos que estão encalhados no estoque.

Personalizar produtos também é uma boa alternativa para se diferenciar de seus concorrentes. Aqui, você pode vender o produto e “dar” de brinde uma caneca com o nome que o cliente solicitar, por exemplo.

Pense nessas e em outras ações promocionais e faça uma ampla divulgação para trazer mais pessoas à sua loja – física ou virtual.

Atendimento de primeira

De nada adianta impactar e levar seu público-alvo à sua loja, se na hora você não oferecer um bom atendimento, ou seja, responder rapidamente às suas dúvidas, apontar os benefícios dos produtos e, sobretudo, tratar seu cliente de forma humanizada. Chame-o pelo nome e mostre-se disposto a ajudá-lo.

Quem possui loja virtual deve manter um chat online no horário de expediente para ajudar usuários a tirar eventuais dúvidas. Não é só isso. É preciso ficar atento, também, às mensagens que chegam nas redes sociais para respondê-las o mais rápido possível. Lembre-se: atrasar no atendimento pode significar a ida de um cliente para a loja concorrente.

Realizar um bom atendimento tem outra vantagem. Ao ter uma experiência de compra positiva, é bem provável que esse cliente retorne à sua loja em outras oportunidades.

Diversificação de meios de pagamento

De acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), o volume de transações com cartões de crédito e débito avançou 6,3%, para R$ 1,14 trilhão. Na prática, isso significa que quem não aceita cartões como forma de pagamento está perdendo (muitas!) vendas.

No seu comércio físico, você pode contar com as maquininhas do PagSeguro. Além de aceitarem pagamentos com as principais bandeiras de débito, crédito e refeição, Moderninha Wifi, Moderninha Pro e Minizinha não cobram taxa de adesão nem aluguel. Para completar, elas têm 5 anos de garantia. Para agradar ainda mais aos seus clientes, você consegue parcelar as vendas no crédito em até 12 vezes – e você recebe o valor integral de uma só vez!

Agora, se você vende pela internet, a solução é a mesma: PagSeguro. Por mais que os cartões de crédito sejam a preferência dos consumidores online, ao integrar o PagSeguro em sua loja virtual, você oferece mais de 25 meios de pagamento, desde as principais bandeiras de cartão de crédito, débito online e até boleto bancário.

Mesmo quem está começando agora no varejo e só divulga e vende produtos pelas redes sociais pode contar com a solução do PagSeguro. O Pag.ae é uma ferramenta de pagamento para as pessoas que não possuem site ou loja virtual. Pelo site do PagSeguro ou pelo aplicativo PagSeguro Vendas, você insere os dados da venda – descrição do produto e valor – e gera um link de pagamento. Aí, basta compartilhá-lo com seus clientes pelas redes sociais e WhatsApp. Ao clicar no link, os seus clientes acessam uma página de pagamento do PagSeguro. Aí, eles podem finalizar a compra com as mais de 25 meios de pagamento disponíveis!

Agora é só colocar as dicas em prática. Boas vendas!

Dicas para aumentar suas vendas no Dia das Mães

Vender mais no Dia das Mães

Todo mundo já sabe que o segundo domingo de maio é dia de almoçar com a mãe e, claro, presenteá-la com uma lembrança especial. Não é à toa que o Dia das Mães sempre aparece como uma das datas que mais movimentam o varejo.

De acordo com a E-bit, as vendas em lojas virtuais totalizaram, neste período do ano passado, 1,62 bilhão de reais, um avanço nominal de 8% em relação ao ano anterior. No entanto, pesquisa da consultoria Boa Vista SCPC revela que 92% das pessoas preferem comprar as lembranças do Dia das Mães em lojas físicas.

Não importa se vende online ou presencialmente, você deve estar preparado para receber os clientes para essa data tão importante. Quer aproveitar a grande movimentação do Dia das Mães e aumentar suas vendas? Então, fique atento às dicas a seguir:

Crie kits de produtos

Curto e grosso: produto parado no estoque é dinheiro perdido. Aproveite o Dia das Mães para dar uma limpa no estoque. A ideia é formar kits de produtos relacionados entre si. É uma ótima oportunidade para a criação de kits, principalmente para fazer o estoque girar. É claro que, aqui, você precisa juntar produtos que sejam relacionados entre si.

Entrega garantida

Nada mais desagradável do que aparecer no almoço sem o presente da mãe. Quem vende pela internet deve deixar muito claro em seu site o prazo de entrega de suas encomendas. Então, reforce que os produtos comprados até determinado dia serão entregues antes do Dia das Mães. E cumpra a promessa para não manchar sua reputação. Isso tranquiliza os compradores.

Crie um ambiente de Dia das Mães

Em sua loja virtual, faça banners com mensagens parabenizando as mães. Parece um pequeno detalhe, mas isso ajuda o cliente a não se esquecer de comprar seu presente antes da data.

No comércio físico, você deve seguir o mesmo raciocínio. Pendure painéis com imagens de mães nas vitrines. Além de lembrar sobre a data, isso atrai as pessoas até a sua loja e, por consequência, você fica mais perto da venda.

Invista em marketing digital

Com quase tudo planejado, você deve destinar uma verba para investir em marketing digital. Não pense que isso é bobagem e um custo a mais para a sua loja. Pelo contrário. Ao criar conteúdo nas redes sociais, posts no blog da sua loja e anúncios no Google AdWords, você aumenta o engajamento com seu público-alvo e atrai mais pessoas para o seu site.

Outro investimento indispensável é o e-mail marketing. De acordo com a consultoria de mídia digital Convince and Convert, 44% dos usuários realizaram, pelo menos, uma compra depois de receber um e-mail promocional. Não é por menos que a consultoria empresarial McKinsey afirma que a ferramenta converte três vezes mais do que campanhas nas redes sociais.

Até quem vende apenas presencialmente não deve abandonar essas estratégias. Isso porque, mesmo as pessoas que compram em lojas físicas podem pesquisar pelo produto na internet, muita gente pesquisa no Google lojas por perto para ir comprar o presente para a mãe.

Ofereça todas as opções possíveis de pagamento

O seu público-alvo chegou até a sua loja? Parabéns! Em meio a tanta concorrência, nós sabemos o quanto você trabalhou para isso. Para não jogar todo esse esforço por água abaixo, você deve oferecer os mais variados tipos de pagamento. Isso porque o consumidor gosta de variedade e simplicidade na hora de pagar. Por mais que o cartão de crédito seja a preferência nacional, o cliente deve ter o direito de pagar de outras formas.

Se você possui uma loja virtual, a melhor alternativa para não decepcionar seus clientes no momento do pagamento é ter o PagSeguro integrado. Com ele, você aceita mais de 25 meios de pagamento, desde as principais bandeiras de cartão de crédito e débito até boleto bancário e débito em conta. Quer mais? Você pode oferecer parcelamento de até 12 vezes no crédito e receber o valor integral de uma única vez!

Para o comércio físico, você pode contar com as maquininhas do PagSeguro. Com a Moderninha Wifi, Moderninha Pro e Minizinha você aceita pagamentos com cartões de débito, crédito e refeição. A grande vantagem das maquininhas de cartões do PagSeguro é que você fica livre da taxa de adesão e do aluguel, o aparelho é seu. Isso sem falar que elas, agora, têm 5 anos de garantia. Por fim, as vendas no crédito podem ser parceladas em até 12 vezes.

Ah, você não tem um estabelecimento nem uma loja virtual? Sem problemas! Mais uma vez, o PagSeguro é a solução. Quem usa as redes sociais e o WhatsApp para divulgar produtos e negociar com os clientes pode vender usando o Pag.ae. Pelo site ou pelo aplicativo PagSeguro Vendas, você insere os dados da venda – descrição do produto e valor – e gera um link de pagamento. Aí, basta compartilhá-lo com seus clientes pelas redes sociais e WhatsApp.

Faça promoções

Afinal de contas, qual consumidor não gosta de uma boa promoção? Mas só tome cuidado para que suas ações não prejudiquem a saúde financeira da sua loja, hein! Na prática, isso significa que descontos só devem ser dados se não tirarem sua margem de lucro. Para oferecê-los, você deve negociar melhores preços com os fornecedores com certa antecedência. Ou simplesmente dar descontos apenas para compras acima de um determinado valor que seja bom para ambas as partes – você e seus clientes.

Quando o assunto é lojas virtuais, dar frete grátis pode ser um ótimo atrativo. Para manter sua margem de lucro, limite essa promoção a regiões mais próximas da sua loja e às vendas acima de um determinado valor.

Por fim, permita que seus clientes parcelem as compras sem pagar juros, ou seja, eles pagam o mesmo valor tanto nas compras parceladas como à vista. Para isso, você deve configurar o PagSeguro da sua loja virtual para o parcelamento vendedor. Em outras palavras, você assume as taxas de parcelamento. Nas maquininhas, o parcelamento vendedor já é a configuração padrão.

Prepare-se para a segunda data mais importante para o comércio no ano. Conte sempre com o PagSeguro para aumentar suas vendas! Muito mais negócio para você.

Boas vendas!

Dicas para você não cair na Black Fraude

Como não cair na Black Fraude

Provavelmente, você está esperando a Black Friday chegar para comprar aquele produto tão desejado por um preço bem camarada. Afinal de contas, as lojas virtuais sempre dão ótimos descontos nesse dia, certo? Em parte.

Isso porque, em edições passadas, muitas lojas aumentaram o preço de seus produtos na véspera da data para poder oferecer “descontos agressivos” durante a Black Friday. É mais ou menos como se você estivesse pagando a metade do dobro.

Em outras palavras, nessas lojas mal-intencionadas, a promoção não passava de uma grande furada. A “estratégia” rendeu à data o apelido infame de Black Fraude. Os consumidores perceberam que estavam sendo enganados e começaram a divulgar as lojas que cometiam essa péssima prática.

O site ReclameAQUI é um ótimo termômetro para saber como as lojas estão se comportando durante a Black Friday. Na edição do ano passado, por exemplo, a plataforma registrou 4,4 mil reclamações de consumidores. Desse total, 36,2% se referiam a propagandas enganosas.

Mas é claro que existem lojas sérias que abraçam o verdadeiro espírito da data. Para não acabarem comprando gato por lebre, até os consumidores precisam se planejar. Veja o que você deve fazer para não cair na Black Fraude:

Acompanhe a evolução de preço dos produtos

Em primeiro lugar, se você já sabe qual produto vai comprar na sexta-feira de descontos, comece a fazer um monitoramento do seu preço com antecedência. Nisso, já é possível saber, mais ou menos, o seu real valor de mercado. Tire prints do preço dos produtos, uma vez que algumas lojas aumentam os preços de seus itens dias antes da data para poder oferecer “descontos agressivos” durante a Black Friday.

Ao perceber essa conduta, não pense duas vezes antes de denunciar a loja. Para não incentivar essa prática, jamais compre “pela metade do dobro”! Quando as lojas sabem que os consumidores estão acompanhando, com antecedência, a evolução do preço dos produtos, elas deixam de aumentar o preço na véspera.

Pesquise sobre a loja antes de comprar nela

Se você encontrou um ótimo desconto, mas nunca ouviu falar da loja, pense duas vezes antes de comprar nela. Melhor, faça uma boa pesquisa sobre a empresa para saber se ela é de confiança ou não. Para isso, conte com a ajuda da internet.

Além de procurar o CNPJ, endereço físico e outros dados da empresa, busque avaliações de outros usuários que já compraram lá. Vale a pena até visitar o site ReclameAQUI para descobrir qual é a reputação da loja.

Você pode consultar também uma lista do Procon SP que cita lojas virtuais a serem evitadas:
http://sistemas.procon.sp.gov.br/evitesite/list/evitesites.php

Segurança na hora da compra

Enquanto navega pela loja virtual, procure por sinais que reforçam a segurança do site, como, na hora do pagamento, contar com um intermediador de pagamentos. Se a loja aceita pagamentos pelo PagSeguro, isso garante um ambiente confiável para transações financeiras. Aí, você pode comprar tranquilo. E tem mais: caso você tenha problema com a entrega do produto, o PagSeguro permite a abertura de uma Disputa para resolver essa situação, se o produto não for entregue ou não estiver dentro das condições combinadas, você pode ter seu dinheiro de volta.

Cuidado com emails promocionais

Desconfie de emails oferecendo produtos que você nunca comprou. Lojas confiáveis em que você realizou compras já entende, de certa forma, seu gosto conforme o histórico de compras. As lojas tendem a direcionar as divulgações mais para categoria ou home do site listando as oferta disponíveis. Por as ofertas serem pontuais no dia, não costumam direcionar campanha de email marketing para um produto específico, pois o estoque, geralmente, é limitado para a demanda da data.  Alguns golpistas usam email oferecendo descontos, mas que direcionam para páginas falsas. Muito cuidado! Só clique em comunicações que você já conhece e confia. Desconfie de páginas que peçam recadastramento de dados pessoais.

Preste atenção na barra de endereço

Comprar pela internet ainda é um desafio para algumas pessoas. Afinal de contas, você deve inserir dados bancários para concluir uma compra. Nesse sentido, só faça compras em sites que tenham o protocolo HTTPS. Para saber isso, basta ver se existe um cadeado na barra de endereço. Isso significa que todos os dados de pagamento inseridos naquele site ficam armazenados em um ambiente seguro.

Por fim, preste atenção se o endereço da loja virtual está correto, uma vez que criminosos digitais criam sites com endereço similar ao de lojas famosas para enganar os compradores.

Ao ter esses cuidados na hora de comprar pela internet, você evita dores de cabeça futuras e, de quebra, aproveita os ótimos descontos da Black Friday! Boas compras!

Dicas para vender mais na Black Friday 2016

Como vender mais na Black Friday 2016

Desde 2010, a última sexta-feira de novembro já ficou conhecida, no mercado brasileiro, por oferecer 24 horas de liquidações imperdíveis, sobretudo no comércio eletrônico. Tanto é verdade que muitos consumidores preferem antecipar as compras de Natal durante a Black Friday.

Ano a ano, a data vem caindo no gosto dos brasileiros. Para se ter uma ideia, segundo dados da consultoria Ebit, as 24 horas de promoções movimentaram 1,64 bilhão de reais no comércio eletrônico no ano passado, um crescimento de 38% em relação ao 1,16 bilhão de reais que a data atingiu em 2014.

O sucesso deve se repetir neste ano. Pesquisa da consultoria aponta que 84% dos consumidores online ativos comprarão algum produto na sexta-feira de descontos. Quanto ao faturamento, a estimativa é que o e-commerce avance 30%, para 2,1 bilhões de reais.

Uma ótima oportunidade para os lojistas aumentarem a receita e queimarem o estoque parado, não é verdade? Então, descubra o que você deve fazer para preparar a sua loja para a Black Friday 2016. Vamos lá!

O PagSeguro realizou, no dia 08/11, uma transmissão ao vivo de um bate-papo com especialistas sobre o assunto, confira tudo que rolou e prepare-se para vender muito:

Faça descontos inteligentes

Se você decidiu entrar na Black Friday, trate de oferecer descontos agressivos para não decepcionar seus clientes. Mas isso não significa que você deve reduzir o preço de todos os produtos de qualquer jeito. Assim, você só vai acumular prejuízo.

É preciso planejamento. Uma alternativa para dar descontos atraentes sem ficar no vermelho é diminuir um pouco a margem de lucro. Agora, a melhor maneira de fazer promoções de preço em alguns produtos é negociar antes com seus fornecedores e parceiros.

Com antecedência, entre em contato com eles para convencê-los a diminuir o preço de alguns produtos para a Black Friday. Aqui, você precisa adotar o espírito de bom negociador que todo lojista deve ter!

Ah, e lembre-se que você não precisa colocar todos os produtos em oferta. Vale mais a pena priorizar aqueles que têm mais demanda e um preço mais elevado.

Renove o seu estoque

Como falamos acima, a Black Friday é uma ótima oportunidade para queimar aqueles produtos que estão encalhados no estoque e, por consequência, trazendo prejuízo para a sua loja. Uma vez que eles têm pouca saída, um jeito de se livrar deles é formar kits com produtos relacionados. Aí, ofereça bons descontos para chamar a atenção dos visitantes.

Aumente os investimentos em divulgação

Nunca é cedo para avisar a sua base de clientes que promoções estão por vir. Isso faz com que eles aguardem a Black Friday ansiosamente para comprar na sua loja. À medida que a data se aproxima, você deve intensificar essa divulgação. Nesse sentido, aposte em estratégias baratas e eficientes, como o envio de e-mail marketing e a atualização nas redes sociais.

Mas, para conseguir atrair ainda mais clientes, você deve tirar o escorpião do bolso e aumentar os investimentos em outros canais. Aqui, estamos falando de Google AdWords e Facebook Ads. Trata-se de ferramentas extremamente eficientes para levar usuários qualificados para a sua loja virtual, uma vez que é possível segmentar os seus anúncios de acordo com o perfil de seu público-alvo.

Ainda dá tempo

Se você ainda não tem loja virtual, não é nada complicado de iniciar uma agora e trabalhar para vender seus produtos ou serviços na Black Friday.

Em menos de 5 minutos, você consegue criar uma loja virtual no UOL HOST, e ela já vem integrada com Checkout/Tela de pagamento do PagSeguro, garantia de estabilidade e contando com um sistema anti-fraude por trás das transações. Você pode parcelar suas vendas em até 12x e recebe tudo de uma vez!

Caso você não queira criar uma loja virtual, você ainda pode vender pelo seu blog ou diretamente nas redes sociais, usando um Botão de Pagamento ou link direto para venda, que você pode gerar na sua Conta PagSeguro em poucos cliques.

Crie alternativas para entregar as encomendas em dia

Não consegue competir com seus concorrentes por preço? Então, aposte em entregas rápidas. Pode acreditar, os clientes adoram receber as encomendas em pouco tempo.

Para tanto, você já deve ter algumas alternativas debaixo da manga. Além dos Correios, procure fazer parceria com transportadoras e contratar serviços de motoboys para entregas locais. Vale a pena até usar veículo próprio para entregar os produtos em regiões próximas.

Ah, e não se esqueça de avisar seus clientes. Se você consegue entregar os produtos em até 24 horas para compras realizadas na cidade da sua loja virtual, deixe essa mensagem bem clara nas suas mensagens de divulgação e no próprio site.

Já pense no Natal

Uma vez que muitos consumidores aproveitam os descontos da Black Friday para comprar os presentes de Natal, as vendas, em dezembro, podem cair consideravelmente. Para evitar essa queda brusca, faça uma promoção para que os clientes voltem durante o Natal. Assim, quem comprar na Black Friday ganha um pequeno desconto nas compras realizadas em dezembro.

Não engane os consumidores

Apesar de ganhar adeptos ano a ano, a Black Friday ficou com uma fama ruim que, até hoje, ainda persiste. Para dar a impressão de descontos agressivos, muitas lojas virtuais aumentavam o preço dos produtos na véspera e, aí, voltavam ao preço normal durante a sexta-feira de descontos. Quando os consumidores perceberam a estratégia de enganá-los, a data ganhou o apelido pejorativo de Black Fraude.

Portanto, não menospreze a inteligência de seus clientes. Eles monitoram os preços dos produtos durante o ano e sabem quando, de fato, eles estão com bons descontos. Seja, também, transparente com os visitantes. Se um produto acabou no estoque, avise imediatamente no site. Isso evita alguns transtornos desnecessários.

Por fim, nunca mude o preço durante a Black Friday. O que você anunciou no e-mail marketing e nas redes sociais deve permanecer durante as 24 horas de promoção!

Afinal de contas, a sua reputação está em jogo. Sabendo que o Natal é a próxima data que você deve aproveitar para faturar mais, a imagem da sua loja virtual não pode estar manchada.

É isso aí! Prepare-se e boas vendas!